sexta-feira, 12 de agosto de 2016

ENTREVISTA COM ALINE PÁDUA, AUTORA DE O HOMEM QUE NÃO AMEI

SINOPSE: Um casamento baseado em um acordo e um passado não revelado. Victória Fontana passou por cima de tudo por um único e exclusivo amor, sua filha Luna. Chegando a ponto de conviver sob o mesmo teto que o homem que mais repudia, o qual a traiu inúmeras vezes e trocou míseras palavras com ela durante os vinte anos de casados. Porém, o tempo passa e agora sua filha irá se casar. Essa seria finalmente a liberdade que Victória sempre sonhou, no auge dos seus quarenta anos, tudo o que deseja é encontrar um verdadeiro amor e se afastar de vez do atual marido. Caleb Soares é um homem reservado e completamente fechado. Ele guarda segredos que envolvem não só seu passado, mas de toda sua família. Sua prioridade sempre se baseou em cuidar de sua filha, e em hipótese alguma revelar algo a Victória. Vinte anos vivendo ao lado da mulher que ama, não foram o suficiente para ele se declarar... Um erro do passado fez com que Caleb trancafiasse seu amor e deixasse com que ela o odiasse. Quando Victória pede o divórcio, ele finalmente se dá conta de que seu amor por ela, não passou com o tempo. Será ele capaz de abrir seu coração? Será ela capaz de acreditar em seus sentimentos? Caleb tem uma chance de conquistar sua esposa, e caso não consiga, a perderá para sempre. 


Como surgiu a ideia de escrever "O homem que não amei"? Bom, a princípio foi pela ansiedade de querer o terceiro livro da Série Os Mafiosos, da autora Manuele Cruz. No segundo livro da série, ela citou algumas partes sobre os principais do terceiro livro, Daniel e Jasminne. Como demoraria ainda para ela começar a postar, e eu tinha mil ideias sobre o que poderia ser o livro, acabei me aventurando em escrever algo. E foi assim que Caleb e Victória nasceram.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Três meses.

O que o leitor pode esperar de "O homem que não amei"? Um casal maduro, que de fato nunca agiu como um casal. Um casamento de vinte anos que não trouxe nada além de raiva para Victória, que quer o mais rápido possível se livrar do marido, Caleb. Mas muitos mistérios começarão a ser revelados, e no fim das contas Victória descobre que ele sempre a amou. E a partir daí, mais verdades virão à tona, e caberá a ela decidir se passará por tudo com Caleb ao seu lado, ou não.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Nicholas Sparks e Charles Bukowski. O romantismo e sinceridade que sempre encontro nesses autores, é o que me faz ter inspiração sempre. A maneira doce e dramática que Nicholas narra suas histórias, ou até mesmo a frieza e poesia com que Bukowski cita tudo, para mim beira a perfeição.


Se “O homem que não amei” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? When I man loves a woman – Michael Bolton, 1 + 1 – Beyoncé e Remedy – Adele.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Eu curso Biologia na UFMS ;) 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Eu gostaria de agradecer a todos, pelo carinho, paciência e atenção. Por sempre me acompanharem, seja sorrindo ou chorando por algum capítulo. Amo todos, e sem vocês me apoiando, não teria seguido em frente com esse sonho. Portanto, muito obrigada!

Aline Pádua tem 18 anos e é de Campo Grande - MS.

PARA LER "O HOMEM QUE NÃO AMEI" CLIQUE AQUI!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: