sexta-feira, 19 de agosto de 2016

ENTREVISTA COM JONATHAN J. L. GOMES, AUTOR DE ALMA DE DRAGÃO

SINOPSE: Conta-se a lenda de um imenso Dragão, que a milhares de anos atrás, se apaixonou perdidamente por uma jovem Sacerdotisa, porém, este amor lhe trouxe sua ruína e destruição. O grande ser místico, outrora poderoso e imbatível, em seu ultimo suspiro prometeu a sua amada que um dia, o mesmo amor que sentia por ela renasceria em uma nova vida. Em sua atual infância, Nathan descobre que toda a realidade que vivenciou e acreditou pode não ser tudo que o mundo tinha para lhe oferecer. Após ser matriculado em um colégio nunca antes mencionado e descobrir que as histórias lendárias de incríveis guerreiros místicos que lutaram pela paz da nação na Grande Guerra, são reais. Ele deve decidir em voltar a sua antiga realidade esquecendo tudo que presenciou ou viver sob uma nova visão de mundo e se tornar um Septo. Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de seres místicos e incríveis poderes, heróis e vilões, amor e ódio, paixão e vingança.


Como surgiu a ideia de escrever "Alma de Dragão"? Bom, a história é bem longa, mas tentarei resumir. (risos) Eu sempre fui fã de HQ's e Mangás, desde criança criava meus próprios personagens e meus próprios mundos/universos para brincar, isso foi o que me fez aprender a desenhar, pois eu queria dar vida a eles e queria que outras pessoas os conhecessem. No ensino médio foi quando realmente criei Alma de Dragão, mas na época eu não queria fazer um livro, mas sim um mangá, que era minha fascinação. Porém, para não me perder na história escrevi o roteiro, que pra mim se tornava bem prático narrar como um livro do que dizer o que aconteceria em cada quadro. Foi assim que nasceu o mangá "Ryuu no Tamashii", hoje conhecido como livro "Alma de Dragão".

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Então, ela ainda está sendo escrita. (risos) Por motivos de trabalho e universidade, eu fui desenvolvendo a história lentamente, pois depois que decidi fazer o livro ao invés do mangá, fui lapidando as ideias até que chegassem a que é conhecida hoje no Wattpad. Inclusive, é possível de se conhecer a história feita para ser mangá, no site da Amazon. Se me perguntasse "Quanto tempo levará para concluir?", eu não saberia responder, então só me resta pedir para que acompanhem os lançamentos dos capítulos no Wattpad.

O que o leitor pode esperar de "Alma de Dragão"? Um dos meus autores favoritos contou uma história sua para dizer que "Não devemos limitar nossa imaginação". Eu uso muito isso quando estou escrevendo, as vezes me desespero por ser iniciante e penso: Meu Deus! Tem muitos detalhes, que tipo de monstro eu estou criando? E então lembro da frase e procuro escrever e aproveitar minhas ideias da melhor forma possível. "Alma de Dragão" é um mundo fantástico, há guerras que se passaram e deixaram marcas na história e outras que estão por vir, lutas incríveis com muita magia, mistérios a serem revelados, confrontos políticos, romances emocionantes e humor envolvente. Mas essa é minha opinião e costumam dizer que um filho é sempre perfeito para o seu pai. (risos)

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Tenho vários, começando com a mente incrível de George R. R. Martin, admiro e me encanto com a forma como consegue preencher a história com tantos detalhes, ele com toda certeza me inspira. Tolkien também, ele e Martin são grandes exemplos que busco quando o assunto são mundos vastos, guerras e magia. J. K. Rowling me inspira com sua história de vida e me fascina com o mundo de H.P., ela e C. S. Lewis são autores que me ajudam muito na criação, pois "Alma de Dragão" tem esse contexto infanto-juvenil e eles sãos autores que souberam trabalhar com isso de uma forma incrível. Por fim, mas não menos importante, não poderia deixar de falar do Stan Lee, afinal foi por causa de uma HQ de O Espetacular Homem-Aranha que tudo começou.

Se "Alma de Dragão" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Atualmente, seria "The Beginning - One OK Rock". Como falei anteriormente, eu havia pensado em fazer um mangá, então sonhava com o dia em que se tornaria um anime, por esse motivo fui atrás das possíveis músicas de abertura. Em principio, eu escolhi "Double Dragon - LM. C" por ser exatamente no estilo da história em mangá, mas a música "The Beginning" fala de continuar persistindo e tem um foco mais internacional, por isso ela seria a mais indicada para a trilha sonora, ao menos em minha opinião.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Estou quase na reta final da faculdade de Psicologia, sou apaixonado por essa futura profissão. Escrever surgiu como um hobby, hoje concluir o livro é um objetivo. Se continuarei como escritor de fantasia só o tempo dirá. Mas uma coisa eu sei, me manterei escrevendo.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: A vida é mais que palavras, são encontro de faces, encontro de olhares, encontro de ideias. Sonhe alto, vá além do que a sociedade determinou para você, além do que os outros acham que é o melhor para você. Lute por seus sonhos, por aquilo que acredita e em todos os casos, seja você mesmo.

Jonathan J. L. Gomes tem 23 anos é de Rio Branco - AC.

PARA LER "ALMA DE DRAGÃO" CLIQUE AQUI!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: