segunda-feira, 1 de agosto de 2016

ENTREVISTA COM WILLIAM SAINTS, AUTOR DE A CAPA VERMELHA

SINOPSE: Um legado, um inimigo e o amor. Era uma vez... Duas crianças, uma bruxa e uma loba. Duas famílias, dois inimigos e uma rainha. Uma caçadora, um assassino e o amor. Um corvo, um príncipe e uma profecia. Rose é uma jovem bela e destemida, muito amada e admirada pelos habitantes de um distante povoado chamado Lenhador. Descendente de uma antiga e nobre família de caçadores, os Capas Vermelhas, Rose mal pode esperar pelo momento em que receberá o legado de sua família junto com a sua capa vermelha, ao completar 18 anos. É dever de toda Capa Vermelha proteger o povoado dos ataques e das maldades do clã de assassinos que vive na floresta escura sempre à espreita, conhecidos como Lobos Maus. Capas Vermelhas e Lobos Maus são inimigos mortais.


Como surgiu a ideia de escrever “A capa vermelha”? Sou apaixonado por histórias, lembro de minha irmã mais velha lendo os contos Cinderela e o Gato de Botas quando eu era criança, depois me apaixonei por três livros de Contos de Fadas de uma vizinha, lembro-me que um deles era da Chapeuzinho Vermelho, eu era louco com os livros, as capas eram em 3D, queria muito tê-los, mas minha família não tinha dinheiro para comprar livros naquela época, depois ganhei os livros usados dos meus primos, cujas histórias eram da Pequena Sereia, Branca de Neve, Cinderela, o Pequeno Polegar, Peter Pan e Pinóquio. O interessante é que consigo me lembrar perfeitamente dos livros, as ilustrações nas margens das folhas, dos desenhos que me fascinavam, suas edições infelizmente não existem mais. Assim como todas as crianças, os contos de fadas fizeram parte da minha infância, enchendo-me de sonhos e fantasias. A ideia de escrever "A capa vermelha" surgiu há três anos atrás em uma noite, coincidentemente no dia 31 de outubro, o Dia das Bruxas, quando as primeiras palavras surgiram dando vida à minha história.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Com o passar dos anos fui escrevendo pequenos trechos da história, mas foi somente esse ano que decidi juntar todas as peças e colocar um ponto final nela. 

Qual autor ou autora é seu preferido? São tantos (risos), cada vez que leio um livro e me apaixono por sua história o seu autor entra em minha lista de preferidos, mas posso de dizer que J. K. Rowling foi a grande autora da minha infância, seus livros me encheram de magia, C. S. Lewis da minha pré-adolescência permitindo-me me aventurar por uma terra maravilhosa e Stephenie Meyer minha adolescência, me seduzindo com um amor proibido e infinito. 

Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Com toda certeza e continuam a me inspirar sempre. 

Se “A capa vermelha” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Castle of Glass - Linkin Park e She Wolf (feat.Sia) David Guetta.

Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sigo a carreira como escritor, mas estou sempre trabalhando como livreiro. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Obrigado por serem a essência dos meus sonhos e de todos os escritores do mundo. Espero muito que gostem de “A capa vermelha”. Beijos e Abraços ;) 

William Saints tem 23 anos e é de Sete Lagos - MG.

PARA LER OS LIVROS DE WILLIAM SAINTS CLIQUE AQUI!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: