quinta-feira, 29 de setembro de 2016

ENTREVISTA COM JEFFY NAKAMURA, AUTOR DE O PESO DE AMAR

SINOPSE: “Oi mãe, então, essa é sua nora. Minha nova namorada!” Isso é o que eu mais queria dizer para ela, uma mulher de meia idade, religiosa e absolutamente conservadora! Até seria algo fácil caso eu gostasse de garotas. É, sou o típico caso de um gay em família intolerante. Se assumir seria apenas um obstáculo a ser vencido, mas como eu faria algo assim com a ideia de que isso é absolutamente repugnante cravado em minha cabeça desde que eu me entendo por gente?! A cada dia, quando meus olhos pousam sobre outro garoto meu coração dispara, minha respiração desestabiliza-se e desejos pervertidos ganham força a cada segundo. Os demônios sussurram em meus ouvidos a condenação cada vez que isso acontece, me fazendo lutar contra algo incontrolável, me obrigando a tentar ser outro alguém além de mim mesmo. Afinal esse é o correto. Não devo sentir isso, pensar nisso ou desejar isso. Devo lutar contra e ser o que é o certo! Eu pensava assim, dizia a mim mesmo que esse era o caminho da salvação... Até conhecer ele!

Como surgiu a ideia de escrever “O Peso de Amar”? Antes mesmo de terminar meu primeiro livro, Sombras de Salém, já pensava em escrever algo neste tema, porém, na época não tinha coragem em expor tais ideias para outras pessoas. Algumas coisas mostradas no livro são de minha própria experiência e talvez por isso este esteja sendo o meu melhor trabalho até agora mesmo estando incompleto.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Ela ainda está em andamento, mas pretendo terminá-la em breve.

O que o leitor pode esperar de “O Peso de Amar”? Isso se pode responder com uma única palavra: emoção!

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma forma inspiraram a escrever? Como disse antes, não sou muito bom com nomes (risos), mas Stephenie Meyer é uma das minhas prediletas, junto a John Green.

Se “O Peso de Amar” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Safe & Sound de Taylor Swift (feat. The Civil Wars).  
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Trabalho como Recepcionista em um Hotel na orla da praia. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Leiam mais obras nacionais, existem diversas obras maravilhosas de autores brasileiros. As pessoas costumam valorizar mais os trabalhos de autores de fora e famosos, porém, temos um tesouro enorme de mundos novos fornecidos por autores recentes e que são incríveis!

Jeffy Nakamura tem 23 anos e mora no Guarujá - SP.

PARA LER "O PESO DE AMAR" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: