segunda-feira, 31 de outubro de 2016

RESENHA DO LEITOR: A COMPANHIA NEGRA

SINOPSE: Clássico da literatura fantástica americana, 'A Companhia Negra' foi publicado originalmente na década de 1980. 'A Companhia Negra' é um grupo de mercenários com uma história que remonta a séculos. Numa tentativa de reviver o passado de glórias, ela se une ao exército da Dama, uma feiticeira de poder inigualável que acordou de um sono de eras para reconquistar tudo que perdeu. A Companhia se vê envolvida, então, em muito mais do que campanhas militares: ela precisa sobreviver aos conflitos extremamente traiçoeiros entre os servos da Dama. Num mundo onde a magia está presente em cada esquina, toda rua esconde segredos maravilhosos e perigos mortais.


Olá pessoal! Hoje vamos falar sobre o livro A Companhia Negra de Glen Cook. Esse livro foi publicado inicialmente na década de oitenta pela Tor e foi trazido para o Brasil pela Record. Este é o primeiro livro que inicia a primeira trilogia da Companhia Negra, série que até o momento possui 9 livros divididos em 3 etapas, cada etapa sendo um arco independente. A trama se inicia acompanhando o grupo mercenário conhecido como A Companhia Negra lutando por um líder de uma cidade contra um grupo de insurgentes. Após o desenrolar final deste conflito a Companhia é contratada para lutar pela Dama, a feiticeira líder de um império que busca conquistar novos territórios a qualquer custo.


O livro é contado através dos textos escritos pelo médico da companhia, Chagas (em inglês, Croaker) que é o cronista da Companhia. Chagas é sarcástico, irônico e debochado. Essa personalidade ajuda a diminuir o impacto da violência da guerra que é retratada. Chagas não foca muito os aspectos da guerra: estratégias ou objetivos. A companhia é um grupo de mercenários contratados que cumpre seus objetivos sem questionar se estão lutando para o “bem” ou para o “mal”.


O livro possui magia, mas de forma bem light (sem muitas explicações para como é feita). A companhia possui dois magos ilusionistas, One-eye e Globin (em inglês) que são capazes de fazerem projeções hiper realistas que auxiliam o grupo em batalha, porém seus poderes são mais utilizados em duelos entre os dois, normalmente em momentos bem impróprios. Outros personagens também usam magia de formas diferentes, mas todos possuem fraquezas.


A Companhia Negra é um livro Dark Fantasy, um dos primeiros deste estilo, que possui uma trama inicialmente toda picotada, com as vezes grande saltos na cronologia (pois o cronista não encontra tempo de escrever), de forma que é possível uma confusão inicialmente, porém a trama se intensifica e aumenta com o decorrer do livro. A trama ser picotada também se justifica pelo fato do autor ter escrito o livro durante os intervalos do trabalho, às vezes ele escrevia apenas uma frase durante o dia todo e continuava no dia seguinte.


A Companhia Negra é um livro que sempre aparece nas listas de Must Read de fantasia de todos os tempos e depois de ter lido os 8 dos 9 livros lançados tenho que concordar. Muito do que Glen Cook escreveu se espalhou nos livros atuais, a forma de contar com humor coisas que poderiam ser tristes ou pesadas pode ser visto em outros livros.


VITAMINAS:



RESENHA ESCRITA POR: EDUARDO REIS
Carioca, 27 anos, Analista de TI, Bibliófilo desde criança, fã de carteirinha de Cornwell e King. 










ENTREVISTA COM TATIANE TÁLITA, AUTORA DO LIVRO DE OLHOS FECHADOS

SINOPSE: Quando a jovem e doce advogada recém-formada Manoela Vieira foi para a Conferência de direito penal na Suíça, literalmente esbarrou em seu destino: o infame e enigmático Enzo Barbieri, um homem muito poderoso e cheio de mistérios. Sem conseguir resistir à imensa atração, a jovem Manoela embarca em um romance intenso, arrebatador e quente. Pensando, por alguns instantes, estar vivendo uma história de amor… Mal sabia Manoela que estava caindo em uma armadilha… Mal sabia ela que sempre esteve de olhos fechados… Do céu ao inferno, Manoela vai descobrir que Monstros não nascem, são criados e que nada é o que parece. Já o infame Capo vai descobrir que o amor vale mais que o poder.


Como surgiu a ideia de escrever o livro “De Olhos Fechados”? Não me lembro exatamente a data, mas a ideia do livro De Olhos Fechados surgiu de um sonho. Vivi realmente de olhos fechados toda a história do Enzo e da Manoela. Quando sonhei com a estória eu fiz um esboço sobre o enredo, mas foi somente em abril de 2015 que resolvi escrever realmente e correr atrás do meu sonho de ser escritora.

Quando tempo demorou para a história ficar pronta? Levei 3 meses para conseguir concluir a estória. 

O que o leitor pode esperar do livro “De Olhos Fechados”? O livro De Olhos Fechados foi criado para enganar o leitor nos primeiros capítulos. É uma história repleta de segredos, suspense, ação, romance, drama e tudo envolvendo o submundo da máfia italiana e seus tentáculos no Brasil.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma forma te inspiraram a escrever? Sidney Sheldon, ele para mim, um dos maiores mestres da escrita.

Se o livro “De Olhos Fechados” tivesse uma trilha sonora, qual seria? A trilha sonora que eu ouvi para escrever o livro passou pelo Rock internacional dos anos 60, 70 e 80, Jazz, pop e músicas românticas. Mas a pegada principal foi o rock, a trilha sonora do seriado Lúcifer foi a mais ouvida.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Esse é meu maior problema. Além de lutar por um espaço na literatura nacional, eu sou estudante de direito, estagiária no Ministério Público do Estado de Goiás, mãe de um bebê de 1 ano que precisa muito da mãe, casada e dona de casa. Tenho uma rotina frenética, então o tempo de ser escritora fica curto, mas estou na luta e não vou desistir.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Para os leitores eu deixo um grande abraço da baixinha aqui e convido vocês a conhecerem meu trabalho como autora, estou começando agora, mas estou fazendo tudo de coração. Quem quiser conhecer meu trabalho me procura nas redes sociais, o meu primeiro livro está à venda no site da Editora Arwen (livro De Olhos Fechados), ou pode pedir comigo mesma. É uma história forte, um romance que passa por vários gêneros, suspense, mistérios, ação, newadult, drama e que tem um final surpreendente. Neste livro nem tudo é o que parece, e tudo isso no contexto do submundo das máfias. O meu segundo trabalho o livro Predador de Corações está disponível para leitura no Wattpad (TTFreitas), é um romance country com pegada newadult e problemáticas familiares, com o relacionamento de pai e filha e entre irmãos. Ele ainda não completou 4 meses no aplicativo de leitura e já atingiu 9.200 leituras, tem sido bem aceito pelo publico.

Tatiane Tálita tem 26 anos e mora em Quirinópolis, interior de Goiás.

PARA LER "DE OLHOS FECHADOS" CLIQUE AQUI!

ENTREVISTA COM ANDRÉ DESSIE, AUTOR DE AS INSÍGNIAS DO PODER

SINOPSE: Em 2031, todos sabem que criaturas mágicas realmente existem. Pedro Freitas é um bruxo de catorze anos que acabou de ganhar sua primeira varinha. É o primeiro dia de aula e ele reencontra seus melhores amigos. O novo semestre traz novos alunos, novos professores, e novas aventuras perigosas que envolvem muita Magia! Mas quando algo terrível ameaça ele, seus amigos e suas famílias, todos precisam correr contra o tempo para encontrar as Insígnias do Poder, cinco objetos poderosíssimos que realizam qualquer desejo, antes que um grupo de bruxos ligados à Magia Negra as encontre e concretizem seu plano, ao mesmo tempo em que vários segredos vêm à tona.


Como surgiu a ideia de escrever “As Insígnias do Poder”? Desde pequeno, na escola, tive muita influência positiva quanto à literatura. Líamos vários livros em aula, o que acabou aguçando minha vontade de escrever a minha própria história. Então, passei alguns bons anos tentando criar algo interessante. Eu sempre fui fascinado pela fantasia, gostava muito de séries de TV como Castelo Ra-Tim-Bum, A Feiticeira, A Família Addams, filmes da Disney e livros como Harry Potter. Eu sabia que devia escrever algo que unisse tudo isso: Magia, aventura, comédia, Halloween, monstros etc. Então, pensei qual tipo de livro eu gostaria de ler naquele momento e surgiu a ideia, em 01 de julho de 2009, aos 13 anos, de escrever vários contos sobre o mesmo personagem: um bruxo de treze anos, pois era a minha idade na época. Escrevi 10 contos em uma semana, o que acabou virando os dez primeiros capítulos do meu livro. A primeira versão, em 2011, tinha oitenta e poucas páginas. Quando fui amarrar as pontas soltas e dar mais vida à narrativa, acabei com um livro de trezentas e cinquenta páginas em 2015. Conheci uma editora, a Editora Raízes da América, que se interessou pela história e publicamos “As Insígnias do Poder” em junho daquele ano.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? No total foram seis anos.

O que o leitor pode esperar de “As Insígnias do Poder”? Com certeza muita aventura, Magia e uma pequena crítica social! Se você gosta de vampiros, lobisomens, fantasmas, sereias, magos, bruxos, comédia, drama e ação, tenho certeza que “As Insígnias do Poder” não vai decepcionar.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eu amo J. K. Rowling. Adoro o trabalho dela, tanto Harry Potter quanto o genial Morte Súbita. Daniel Handler (o famoso Lemony Snicket) também é incrível. E Jô Soares com seu livro “O Xangô de Baker Street”, pelo qual sou apaixonado.

Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Com certeza. Eles e outros autores também. A primeira série de livros que eu li na vida foi a série Judy Moody, de Megan McDonald. Foi o que fez florescer meu gosto pelos livros. Rowling veio quando eu tinha 11 anos e mudou literalmente a minha vida. Lemony Snicket e as Desventuras em Série também me influenciaram muito, pois acho essa obra genial. Eu gostava também do estilo de RL Stine, apesar de nunca ter lido Goosebumps, mas a ideia de história de terror para crianças me fascina até hoje. Todos estes autores influenciaram de algum modo a escrita.

Se “As Insígnias do Poder” pudesse ter uma trilha sonora, qual música você escolheria? “Pequenas Maravilhas” do filme “A Família do Futuro”.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Escrever é apenas um hobby para mim. Faço faculdade de Publicidade e Propaganda.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Espero que os leitores do Vitamina L apreciem “As Insígnias do Poder”! É um projeto muito, muito querido sobre o bem e o mal, sobre amizade e família! É um prazer poder dividir esta história com todos vocês. Muito obrigado, pessoal do Vitamina L pela oportunidade.

André Dessie tem 20 anos e mora em São Paulo - SP.

PARA LER "AS INSÍGNIAS DO PODER" CLIQUE AQUI!


ENTREVISTA COM ALINE SOPELSA, AUTORA DE TEUS CASOS MEUS

SINOPSE: A visão adolescente traz, além de momentos amargos da vida, a doçura dos sentimentos experimentados. Memórias com clima rebelde, experiências vividas com coragem e um misto de erros e acertos são alguns dos temas que compõem esta obra. Além de encontros e desencontros, nos é mostrada a transformação e o amadurecimento a partir desse momento único e inesquecível: a adolescência. Aliás, quem nunca escreveu uma carta que jamais foi entregue? Teus Casos Meus reúne crônicas repletas de vida e cor. São retratos que misturam ressentimentos, alegrias, dúvidas e amores em diferentes situações. Os textos, carregados de realidade, farão o leitor suspirar e se identificar com a intensidade das emoções.


Como surgiu a ideia de escrever “Teus Casos Meus”? Antes mesmo de pensar em publicar um livro, eu já escrevia crônicas e alguns contos. Sem nenhuma intenção, a não ser falar sobre sentimentos. A ideia de reunir algumas dessas produções em uma obra literária surgiu a partir de posts em grupos no Facebook e a leitura de algumas obras do gênero. Durante esse tempo, também escrevi alguns textos inéditos para o livro, que os leitores poderão conferir como os mais sentimentais.

Quanto tempo demorou para a obra ficar pronta? Teus Casos Meus foi publicado no início de 2016, mas teve o início de toda produção editorial no meio de 2014. Mas, os textos escolhidos, foram escritos entre 2011 e 2015.

O que o leitor pode esperar de “Teus Casos Meus”? O leitor pode esperar muita identificação. No livro, falo sobre os sentimentos comuns de todos: tristeza, amor, desejos, anseios, tesão, paixão, esperança e muitos outros assuntos que rendem certa comoção. Em cada linha há uma tentativa de descoberta: o leitor poderá reviver seu passado ou se identificar com o que está sentindo atualmente.

Qual autor (a) é seu favorito? Ele (a) de alguma maneira te inspirou a escrever? Do gênero, meu autor favorito é o Caio Fernando de Abreu, pela sua originalidade e produções a frente do seu tempo. Ele me impulsionou de certa forma a continuar escrevendo (conheci suas obras quando já começava a escrever), porque sua escrita é deliciosa, repleta de características únicas e sentimentos profundos. De certa forma, também quero passar isso para meus leitores.

Se Teus Casos Meus pudesse ter uma trilha sonora, qual música você escolheria? Seria “Without a Word”, da cantora Birdy. Essa música é repleta de sentimentos e diz muito a respeito de quem ainda sente medo, amor, vontade de viver algo intenso e empatia. De alguém que já teve suas palavras esgotadas.
Você segue carreira apenas como escritora ou tem outra profissão? Teus Casos Meus foi meu primeiro livro publicado, e ainda tenho planos de continuar a desenvolver uma outra ideia engavetada, mas trabalho nisso no meu tempo livre. Trabalho como secretária e estou me licenciando em Letras/PT.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Espero que vocês tenham a oportunidade de conhecer Teus Casos Meus e se apaixonar pela sua escrita fácil e repleta de mensagens sentimentais. Obrigada pelo espaço!

Aline Sopelsa descobriu seu amor pela escrita em 2010, no início da adolescência. Desde então se dedica a expor suas experiências e sua realidade na forma de crônicas. Ela escreve sobre as variadas faces do amor, percorrendo todas as etapas de um relacionamento. Atualmente vive no Paraná. 

PARA COMPRAR "TEUS CASOS MEUS" ENVIE UM E-MAIL PARA: contato@alinesopelsa.com.br OU ACESSE A FAN PAGE DA AUTORA CLICANDO AQUI!

PARA LER "TEUS CASOS MEUS" NO SKOOB CLIQUE AQUI!

PARA LER AS PRIMEIRAS PÁGINAS ON LINE DE "TEUS CASOS MEUS" CLIQUE AQUI!

sábado, 29 de outubro de 2016

RESENHA DO LEITOR: FIQUE ONDE ESTÁ E ENTÃO CORRA

SINOPSE: Em meio às tragédias da Primeira Guerra Mundial, o amor é a única arma de um garoto para curar seu pai. Alfie Summerfield nunca se esqueceu de seu aniversário de cinco anos. Quase nenhum amigo dele pôde ir à festa, e os adultos pareciam preocupados — enquanto alguns tentavam se convencer de que tudo estaria resolvido antes do Natal, sua avó não parava de repetir que eles estavam todos perdidos. Alfie ainda não entendia direito o que estava acontecendo, mas a Primeira Guerra Mundial tinha acabado de começar. Seu pai logo se alistou para o combate, e depois de quatro longos anos Alfie já não recebia mais notícias de seu paradeiro. Até que um dia o garoto descobre uma pista indicando que talvez o pai estivesse mais perto do que ele imaginava. Determinado, Alfie mobilizará todas suas forças para trazê-lo de volta para casa.


Saindo da França, deixando de lado toda aquela história maravilhosa de Sophie Lefévre e o tão polêmico quadro A garota que você deixou para trás, e indo para a Inglaterra no período pré-Primeira Guerra Mundial, me deparei com Alfie Summerfield na sua tão esperada festa de aniversário de cinco anos, onde apenas sua amiga, Kalena, compareceu junto de seu pai, onde vovó Summerfield não parava de repetir que todos estavam perdidos e onde seu pai não parava de sorrir para sua mãe, de um modo dissoluto.


Assim começa esse “livrâo”, mais um entre tantos, do autor de O menino do pijama listrado. O modo como Boyne dá voz e autoridade para essas crianças, personagens tão novas na idade, mas maduras de pensamentos, é realmente incrível. Alfie não é exceção. Quando seu pai, orgulhoso, entrou certo dia na sala fardado e uniformizado para contribuir para com a guerra, e quando sua mãe, vendo isso, saiu chorando do recinto, o garoto soube na hora que alguma coisa de errada estava para acontecer. Todos diziam que a guerra acabaria antes do Natal, e Georgie tinha total certeza que voltaria a tempo para festejar. O que não aconteceu.


A guerra continuou por quatro anos, e Alfie, mais velho, nos seus jovens nove anos, ainda tem aquela pontinha de esperança que a guerra, aquela que sugou a felicidade da sua vida e de muitas das pessoas que conviviam com ele, um dia iria terminar. Seu pai há tempos tinha parado de mandar cartas de onde quer que estivesse, e Alfie e sua mãe tinham entrado na miséria. Ela trabalhava num hospital, costurava para uma velha rica e lavava roupas para quem pudesse pagar bem, apenas para ganhar os poucos centavos que os sustentavam. O garoto trabalhava de engraxate na tão conhecida estação de Londres, King’s Cross, e ganhava para ajudar a mãe nas despesas da casa. Mas a mãe não sabia, e por um bom tempo ele conseguiu esconder esse segredo da mãe.


Kalena e seu pai foram levados por soldados logo no início da guerra, e Alfie também não sabia para onde eles foram e nem teve notícias deles. Frequentava a escola apenas dois dias por semana, e nos dias restantes trabalhava na estação. Até que, certo dia, o garoto descobre algo que faz com que sua esperança ganhe mais nutrientes: seu pai está vivo. E Alfie sabe onde ele está.


Até aqui eu posso simplesmente dizer que é uma história que marcou definitivamente minha vida. A Primeira Guerra Mundial é um tema totalmente avassalador e difícil de ser trabalhado. E fazer isso sob os olhos de uma criança, só John Boyne para arriscar. Temas como pena branca, pessoas inocentes tendo que achar um modo de sobrevivência único, neuroses de guerra, lealdade e honestidade são tratados no livro. Algumas coisas que eu não fazia nem ideia de saber, conheci através da história valente de um garoto de nove anos à procura de seu velho, num período que todo tempo é precioso e que valorizar o simples ato de respirar é obrigação na vida de todos.


"FIQUE ONDE ESTÁ E ENTÃO CORRA GANHOU, COM HONRA, 5 VITAMINAS"! John Boyne é o cara!



RESENHA ESCRITA POR: ELIZEU CADENA





ENTREVISTA COM FELIPE GULYAS, AUTOR DO CONTO PERTO DE VOCÊ DA ANTOLOGIA 31 CONTOS ASSOMBRADOS

SINOPSE: 31 Contos Assombrados é uma antologia de terror, mistério e sobrenatural que reúne 30 autores diferentes para explorar aquilo que mais nos assusta em diferentes estilos. Perto de Você conta a história de Lucas, um garoto que é atraído para a cama por uma força misteriosa, mas ele nunca poderia imaginar o que ela realmente quer com ele.


Como surgiu a ideia de escrever “Perto de Você”? Eu estava terminando o ensino médio na época, quando os professores falaram que teríamos um concurso de contos. Depois de pensar um pouco no meu quarto, a ideia de contar a história sobre um garoto que é atormentado para dormir simplesmente me veio.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Uma semana.

O que o leitor pode esperar de  "Perto de Você"? É uma história que faz parte de uma antologia composta de vários autores. Acho difícil não encontrar pelo menos uma história que não te envolva, mas acho que os leitores podem esperar da minha algo que vai lhes fazer pensar se existe alguma força querendo colocá-los para dormir. Afinal é o momento que estamos mais vulnerareis. Sempre quis trabalhar com isso.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever?  J.K. Rowling foi a autora que me fez gostar de ler e através dela eu descobri autores como John Green, James Dashner e Neil Gaiman. Acho que o Neil foi o que mais me inspirou. Adoro o estilo sombrio dele.

Se "Perto de Você" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Acho que Sweet Dreams do Marilyn Manson seria perfeito.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Além de ser escritor também trabalho como Professor de Inglês. A literatura também me ajudou a aprender outra língua.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Gostaria de dizer que eles nunca deveriam desistir. Publicar um conto numa antologia pode não parecer muito, mas é com pequenos passos que crescemos e você tem que ficar orgulhoso dos seus. 

Felipe Gulyas tem 23 anos e mora em São Paulo - SP.

PARA COMPRAR O LIVRO "31 CONTOS ASSOMBRADOS" NO SITE DA EDITORA CLIQUE AQUI!

PARA COMPRAR O LIVRO "31 CONTOS ASSOMBRADOS DIRETAMENTE COM O AUTOR, ENVIE UM EMAIL PARA: felipegulyas16@outlook.com.


ENTREVISTA COM ALEX WELL, AUTOR DE NADA SE COMPARA A VOCÊ

SINOPSE: Don e Tessa têm poucas coisas em comum, além do fato de morarem na mesma cidade. Ele é dono de um bem-sucedido restaurante e tem aversão a relacionamentos afetivos, preferindo casos que durem apenas uma noite. Tessa é uma promissora jornalista que, apesar da falta de sorte, acredita em relacionamentos e tem certeza de que mais cedo ou mais tarde sua maré de azar irá acabar. Quando os dois se conhecem, eles provam que os opostos se atraem, nesta história narrada sob o ponto de vista do casal. "Nada se compara a você" é uma história cheia de desejo e amor, um conto real sobre relacionamento nos dias atuais. Não será surpresa se o leitor se identificar com os pensamentos dos personagens, afinal, existe um pouco de Don e Tessa dentro de cada um de nós.


Como surgiu a ideia de escrever "Nada Se Compara A Você”? Eu assisto romances/comédias românticas desde que eu me entendo por gente, eu estive consumindo esse tipo de material há bastante tempo. Há uns 8 anos eu entrei no mercado literário como um ávido leitor de romances, meu livro é na verdade o resultado de tudo o que eu absorvi dos filmes e series que assisti, e livros que eu li. E é por isso que ele mistura características que agradam os mais vários tipos de leitores: romance, comédia, um pouco de drama e uma pitada de sensualidade.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Exatos 9 meses.

O que o leitor pode esperar de “Nada Se Compara A Você”? Protagonistas fortes, decididos e de personalidades únicas. Esse não é só um livro de romance, mas também um livro que mostra a importância de se recomeçar, de dar uma segunda chance.



Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Para escrever esse livro eu busquei inspiração nas obras de Jamie McGuire (Belo Desastre) e Tammara Webber (Easy), pois ambas as obras citadas apresentam características que conquistam o leitor desde as primeiras páginas.

Se “Nada Se Compara A Você” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Lost In Your Eyes da Debbie Gibson.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou professor de História – e sim, os meus alunos também me inspiram. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: “Seja você mesmo, ainda que isso incomode aqueles que sempre fingem ser quem não são”.

Alex Well tem 32 anos e mora em Padre Marcos - PI.

PARA COMPRAR "NADA SE COMPARA A VOCÊ" CLIQUE AQUI!

PARA LER "NADA SE COMPARA A VOCÊ" NO SKOOB CLIQUE AQUI!


ENTREVISTA COM NATANAEL FREIRE, AUTOR DE AS LENDAS DE ODRITE

SINOPSE: Vinte anos após a Grande Guerra das Raças, Odrite passa por um período de paz e tranquilidade. Porém alguns acontecimentos no reino têm gerado inquietação desde as Terras Intermediárias até as capitais das três regiões. Simeon Brendan é um jovem prestes a completar quinze anos e que nunca deixou a proteção dos muros de sua cidade natal. Numa inesperada sequência de acontecimentos ele se vê perdido num mundo totalmente desconhecido, onde enfrentará grandes perigos e descobrirá em si virtudes que nem imaginava possuir.


Como surgiu a ideia de escrever "As Lendas de Odrite”? O nome Odrite surgiu numa partida de RPG com amigos. Era o nome do reino onde se passava a história do jogo. A história do livro em si foi sendo construída aos poucos, mas a ideia principal surgia aleatoriamente quando eu estava numa viagem de ônibus.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? O livro ainda não está concluído. Faço postagens semanais dos capítulos no Wattpad.

O que o leitor pode esperar de "As Lendas de Odrite”? As Lendas de Odrite é uma aventura medieval que, apesar de ser uma ambientação que já foi e ainda é muito usada, consegue ter características únicas que a destaca das demais. Além de obviamente envolver batalhas, aventuras e criaturas fantásticas, também aborda o relacionamento humano e seus conflitos em diversos âmbitos.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Admiro muito os trabalhos de Tolkien, R. R. Martin, C. S. Lewis e sou especialmente fã de Rick Riordan. As histórias fantásticas criadas por esses autores foram a maior influência e base para desenvolver minha história e estilo literário.

Se "As Lendas de Odrite" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Secret Wedding - David Arkenstone.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? A escrita é um hobbie, minha profissão é Designer Gráfico. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Independente do estilo literário que cada um gosta ou prefere ler, considero o ato da leitura muito importante para a construção do caráter do ser humano. Então se você já é um leitor nunca abandone esse hábito e incentive outras pessoas a descobrirem essa experiência tão incrível. E se você ainda não se aventurou pelas páginas de um bom livro, experimente descobrir esse mundo incrível. Garanto que não vai se arrepender!

Natanael Freire tem 22 anos e mora em Fortaleza - CE.

PARA LER "AS LENDAS DE ODRITE" CLIQUE AQUI!

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

RESENHA DO LEITOR: PARA ONDE ELA FOI

SINOPSE: Se você tivesse uma segunda chance para o primeiro amor... Você aceitaria? Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre. Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade. Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce. 


A história que teve início em Seu Eu Ficar, onde Mia devia fazer sua escolha entre viver e partir, é isso que conta em Para Onde Ela Foi. O que ela poderia decidir sobre sua vida agora? Relembrando: Após um terrível acidente de carro onde Mia perde toda sua família, seus pais Deny e Kat morrem instantaneamente na estrada, seu irmão Teddy ainda teve tempo de ser socorrido e levado ao hospital, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos e também faleceu. O destruimento precoce de uma família é muito triste para qualquer pessoa. Mia devido à violência do acidente ficou em coma e teve uma experiência fora do corpo, estando consciente de tudo o que estava ao seu redor, por isso a decisão entre partir ou ficar.


A decisão foi muito difícil, como escolher pela vida, sabendo que as pessoas que você mais ama não estarão ao seu lado quando você acordar? Embora ainda tenha o amor de seus avós, a força de sua amiga, um amor puro adolescente com a mesma vontade de sonhar como a sua. Aliás, a leitura de Para Onde Ela Foi parece muito mais clara em como aconteceram os fatos e de como essa história é bonita, o que pode ser pela narrativa através dos olhos de Adam. E com todo carinho. 


Dias depois Mia acorda do coma, para alívio do restante de sua família e os médicos logo dão a notícia que ela já sabe que está sem sua família, para seguir sua vida, que o acidente sofrido foi muito grave e que ela ainda terá que passar por algumas fases até se recuperar totalmente, sendo necessários enxertos, fisioterapias, apoio de psicológicos, profissionais especializados para ajudá-la a vencer o luto. Com a ajuda da família, seus avós e de seu namorado, meses após o acidente, Mia teve uma recuperação considerada rápida, por muito da sua força de vontade. Mia decidiu pela vida, através de Adam (quando lerem os livros irão compreender). Decidindo assim seguir a carreira na música. Antes de acidente ela passou por uma audição em uma importante Escola de Música, a Julliard, em Nova York, na qual é aprovada e contemplada com uma bolsa de estudos. Adam permanece em Oregon, retornando a sua banda, lembrando que ele também é um apaixonado por música.


Mia e Adam não mais um casal, se passaram 3 anos, hoje ele é um astro de rock, leva uma vida de celebridade, correndo dos holofotes. Fumante, sofre com crises de pânico e ansiedade, o que o faz tomar remédios controlados. Tornando-se uma pessoa vazia e solitária, apesar do mundo “maravilhoso” que o cerca, cheio de fãs, entrevistas, capa de revistas, mas sem nenhuma paz. Adam faz sucesso com o álbum Collateral Damage (Dano Colateral), álbum em que compôs diante do sofrimento de não estar mais junto de Mia. Ela também se torna famosa, é uma talentosa violoncelista com apresentações solo em lugares para grande publico, platéia cheia, camarotes, a menina cresceu e está prestes a ganhar mais destaque ao iniciar uma turnê mundo afora, começando pelo Japão. Ambos amadureceram a sua maneira. Após tanto tempo os dois se encontram em uma noite cheia de emoção e revelações a cerca do relacionamento que não existe mais e sobre a vida que os dois têm agora. É um encontro necessário e definitivo.
Pessoal, fiquei morrendo de medo de escapar algum detalhe da história, sabe que aqueles que você lê e se surpreende, se isso ocorreu, não fiquem bravos, por favor! Vale muito a pena ler os dois livros e ter a história completa e mais entendimento sobre estes porquês. Amei ver o lado de Adam sendo relatado no segundo volume (não contem a ninguém, mais gostei mais da  história na sua sequência) em como ele sofreu e se transformou em tão pouco tempo. Espero que gostem da história de Mia e Adam.

QUANTAS VITAMINAS "PARA ONDE ELA FOI MERECE"?
RESENHA ESCRITA POR: GREISI SILVA
28 anos, administradora e artesã nas horas vagas, apaixonada por leitura e artes, não vivo sem música, poesia e cinema. Descobri que viajar é preciso e comer pipoca é fundamental para se ter boas ideias.

ENTREVISTA COM TANIA VGIOVANELLI TB, AUTORA DE UM ANJO CAIU DO CÉU

SINOPSE: O que você faria se um anjo de verdade caísse na sacada de seu apartamento? Nicole é uma garota encantadora, só uma dificuldade de fazer amigos, se sente muito só, apesar de morar com sua mãe Lucy e seu irmão Max. Mas um dia tudo mudara, quando um anjo cai bem na sacada de seu apartamento, a partir daí sua vida vai mudar por completo. O que será que vai acontecer? Nessa história cheia de amor e descoberta.


Como surgiu a ideia de escrever “Um Anjo Caiu Do Céu”? A ideia surgiu há dois anos atrás, quando perdi dois bebês. Eu já amava ler, mas precisava fazer algo que me afastasse da tristeza, então tive a ideia de escrever minha primeira história “Um Anjo Caiu Do Céu”.  Foi então que descobri a paixão pela escrita, que com certeza levou a tristeza embora.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Mais ou menos oito meses, pois tive que fazer um pouco de pesquisa de nome de lugares. E tive também que estudar um pouco de gramatica, já que nunca na minha vida eu tinha escrito algo. Eu não tinha muita noção do que eu estava fazendo. Mas no fim deu tudo certo.

O que o leitor pode esperar de “Um Anjo Caiu Do Céu”? Um Anjo Caiu Do Céu é uma história para adolescente e qualquer um se apaixonaria pelo casal, que juntos vão viver uma luta entre o céu e a terra, para provarem que se amam. Uma história de fé, descobertas e muito amor. Vale apena ler e se emocionar.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Meus autores preferidos: Tania Lopes, Paula Pimenta, e Carina Rissi. Sim, com certeza. Sempre li as histórias delas e sou apaixonada pela maneira que cada uma descreve sua história. E sempre pensei que um dia chegaria a ser como elas, já que as histórias te deixam fascinada e apaixonada. E foi isso que me chamou atenção e me deu muita inspiração.

Se “Um Anjo Caiu Do Céu” pudesse ter uma trilha sonora, qual musica você escolheria? A música do filme cidade dos anjos: Angel - Sarah McLachlan, que faz parte do book trailer.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou professora e cabeleireira formada, mas deixei tudo a dois anos para me dedicar a escrita. Hoje sou apenas escritora. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Nunca desista dos seus sonhos, pois todo sonho pode sim se tornar real se você acreditar e batalhar por ele. Tenha fé e acreditem que para Deus o impossível se torna possível (Frase de Um Anjo Caiu Do Céu).

Tania VGiovanelli TB tem 42 anos e mora em São José do Rio Pardo - SP.

PARA COMPRAR "UM ANJO CAIU DO CÉU" CLIQUE AQUI!

PARA LER O MATERIAL DE DEGUSTAÇÃO DE "UM ANJO CAIU DO CÉU" NO WATTPAD CLIQUE AQUI!

PARA VISITAR A FAN PAGE DO LIVRO CLIQUE AQUI!