sexta-feira, 21 de outubro de 2016

ENTREVISTA COM FELIPE CANGUSSU, AUTOR DE SACRAMENTO

SINOPSE: O que você faria se recebesse uma mensagem da própria morte, dizendo que seu tempo de vida expirou? Ele tentou driblar a morte a fim de proteger as pessoas que mais ama, porém ninguém pode fugir do seu destino. Ou será que pode? Com enredo original e arrojado, Sacramento conta a história de um grupo de amigos que enfrentará situações inimagináveis a fim de evitar o fim iminente. Prepare-se para conhecer a história de William, o amigo que todo suicida gostaria de ter; Anderson, o psicopata do bem; Marina, a mulher que amou demais; e Johnny Sacramento, o homem que (quase) morreu três vezes.

Como surgiu a ideia de escrever "Sacramento"? Inicialmente eu não tinha uma trama pronta. Nem pensava em escrever um livro. Só queria retratar a história de algumas pessoas ao meu redor. Primeiro, eu escrevi um capítulo, depois, outro. Quando vi, a trama se montou sozinha.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Eu estava no período de férias e minha criatividade estava funcionando com toda força. Quando a editora me pediu o livro completo para avaliar, eu tinha escrito só metade em um mês e meio. No final do outro mês, tive que terminar tudo. Então levaram dois meses para Sacramento ficar pronto.

O que o leitor pode esperar de “Sacramento”? Como o livro se escreveu sozinho, eu acredito que ele tenha um espírito e por isso, fugiu bastante daquela ideia habitual que estamos acostumados no mercado. Uma trama que a cada capítulo traz uma mudança súbita, surpreendendo o leitor a cada mudança de página. Terror, suspense e bom humor são a essência de Sacramento. Quatro amigos que passarão por situações aterrorizantes, com muita adrenalina, mas também muita parceria. 

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Em resumo, Stephen King, Joe Hill e Carlos Ruiz Zafón são os meus maiores referenciais. Tudo que escrevo carrega o DNA desses caras.

Se "Sacramento" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Hotel California, sem dúvida. 
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Apenas escrevo, mas pretendo experimentar outras profissões, por curiosidade. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Sempre que tiver que escolher entre ler um livro e fazer qualquer outra coisa, escolha sempre o livro. Aquela história vai te enriquecer até o último segundo antes da sua morte. Que a tinta naquele papel seja o sangue nas veias de sua alma.

Felipe Cangussu tem 27 anos e mora em Balneário Camboriú - SC.

PARA COMPRAR "SACRAMENTO" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: