quinta-feira, 20 de outubro de 2016

ENTREVISTA COM MANUELE CRUZ, AUTORA DE MEU CHEFE ESTUPIDAMENTE ARROGANTE

SINOPSE: Jessica Montserrat só queria uma coisa para sua vida: arranjar um emprego. O que ela não imaginava era que, o seu novo chefe, fosse um cara lindo e estupidamente arrogante. Marcada por tantos traumas do passado, ela não pensa em cair na tentação de Christopher Dalgliesh. Christopher sempre teve tudo e todos aos seus pés, como a nona pessoa mais rica do mundo, isso não seria tão difícil, já que ele não é apenas um empresário. Os seus negócios vão muito além da empresa. Quando a sua nova secretária aparece, ele sabe que será difícil não desejá-la e tê-la nem que seja por uma noite. Tudo muda quando Jessica começa a correr perigo. Agora, ele fará de tudo para protegê-la, mas não será tão fácil.


Como surgiu a ideia de escrever "Meu Chefe Estupidamente Arrogante"? Muitos pensam que foi por causa de alguns livros famosos sobre chefe, mas passa bem longe disso. Esse livro foi o terceiro que escrevi, os dois primeiros tratam mais sobre mafiosos e gangues. "Meu Chefe Estupidamente Arrogante" surgiu por conta de um sonho que tive. Além de ter toda a coisa do chefe, tinha outra que eu poderia considerar um pesadelo, no entanto, acabei passando tudo para o papel. Esse livro tem a sequência que conta com mais quatro livros (os três últimos contam as histórias dos personagens secundários). O primeiro livro serve para introduzir a história dos dois personagens principais (Chris e Jessica). Como disse anteriormente, foi um sonho e em uma parte foi mais um pesadelo.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Mais ou menos três meses.

O que o leitor pode esperar de "Meu Chefe Estupidamente Arrogante"? Se meu sonho tivesse sido apenas sobre meu chefe ser chato, eu nem teria escrito nada. Mas teve toda a parte de ser perseguida por um louco e ser salva por aquela pessoa que eu menos esperava. Nesse livro temos algo mais leve, uma comédia romântica que eu introduzo toda a história e falo sobre as relações do chefe (Christopher) com o mundo do crime... Tem toda aquela negação dos personagens (Christopher e Jessica) em relação ao sentimento dos dois. O chefe protegendo a secretária sem nem ao menos se dar conta que ele está vivendo mais por ela do que por sua empresa. Fora os momentos engraçados tanto do chefe quanto da amiga de Jessica, Brittany. E o livro é para todas as idades, já que não tem cenas eróticas e nem xingamentos.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Nunca tive um autor (de livros) preferido. Eu sempre falo do Kurt Sutter. Meu primeiro livro foi inspirado na série de TV Sons of Anarchy, eu comecei a escrever graças a isso. Acho que posso dizer que Kurt Sutter (criador da série) me inspirou.

Se  "Meu Chefe Estupidamente Arrogante" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Não é exatamente "a música do livro", mas tem um capítulo em especial que eu só conseguia escutar a voz de Amy Lee cantando enquanto eu escrevia. No caso é "Broken" Amy Lee e Seether.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outras profissão? Eu ajudo meus pais com relação à contabilidade. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Obrigada por lerem a entrevista, espero que tenham gostado e tenham ficado interessados em conhecer um pouco mais do meu livro. Foi muito bom "falar" com vocês. 

Manuele Cruz tem 19 anos e mora em Itatim - BA.

PARA LER "MEU CHEFE ESTUPIDAMENTE ARROGANTE" NO WATTPAD CLIQUE AQUI!

PARA LER "MEU CHEFE ESTUPIDAMENTE ARROGANTE" NA AMAZON CLIQUE AQUI!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: