quarta-feira, 19 de outubro de 2016

ENTREVISTA COM SUSANE MATOS, AUTORA DE DOMANDO LA LUNA

SINOPSE: Espirituosa, dedicada e confiante de seu progresso na empresa em que trabalha, Luna Martins se candidata a um dos melhores cargos já vislumbrados. Ela tinha a garantia e plena convicção de ser a escolhida, até que seus planos vão por água a baixo quando é apresentada a Marcus Ventura: um ser narcisista, competitivo, frustrante, arrogante, diabólico... Miseravelmente atraente. E inescrupuloso demais para ousar roubar o seu cargo. Nesse duelo de sexos, onde o que se visa é o poder, os dois se arriscam para alcançar o objetivo maior, mesmo que para isso lutem contra uma poderosa armadilha: os seus próprios corações.


Como surgiu a ideia de escrever “Domando la Luna”? Na verdade, Domando la Luna surgiu de um conto de comédia preparado exclusivamente para o Concurso Cultural de uma editora. Nesse concurso, o autor do conto escolhido ganharia a chance de publicar seu e-book do gênero comédia pela editora. Acabei sendo a escolhida. Então trabalhei em cima deste conto, que inicialmente possuía apenas quatro páginas, para transformá-lo em um livro completo de comédia romântica.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Com essa história eu bati meu próprio recorde. Como tinha um prazo para entregar, eu a fiz em torno de uma semana. Uma semana relativamente tensa e agitada, sem dormir por dias seguidos, a base de energéticos, só para escrever tudo a tempo. E apesar de desenvolvido nesse curto período, no final me agradou muitíssimo todo o resultado proveniente da construção dessa história. Eu findei essa obra me sentindo orgulhosa pelo fechamento de uma trama romântica e leve, de um casal divertido e maravilhoso na arte de entreter e conquistar. 

O que o leitor pode esperar de “Domando la Luna”? Domando la Luna é uma maravilhosa comédia romântica que retrata a disputa entre Luna e Marcus para uma vaga de prestígio na empresa em que trabalham... Marcus Ventura é o meu filhote narcisista, competitivo, arrogante... Mas que tem um coração enorme e encantador se você se interessar em descobrir de verdade seu interior (é como aquela história de não se julgar pela capa). Já Luna Martins é a minha pupila, bastante espirituosa, inteligente, dedicada, com um gênio forte, que não se deixa intimidar por quaisquer regras impostas. Se muitos julgam uma pessoa como rebelde por ela correr atrás dos seus objetivos, independentemente do que os outros vão pensar, então ela pode ser considerada como uma veterana nessa arte, uma veterana que esconde um coração gigante, cujo amor parece doido para ser utilizado. Com esses dois batalhando para conquistar um mesmo propósito, é quase impossível não comparar com uma disputa entre felinos... E espero que vocês possam apreciá-la, pois esse casal ‘maravilindo’ está aguardando para conquistar os corações de vocês!

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Lisa Kleypas é uma das minhas autoras favoritas, ela é como um sopro em minha alma literária, na verdade. As obras dela são deliciosas para ler e super bem escritas. Contudo, não houve inspiração de outras pessoas para eu escrever, o fato de ter me envolvido no meio literário como autora foi mesmo com o propósito de me distanciar da minha mente e vida cheia de conflitos.  Meu desejo por uma fuga da realidade foi o que me inspirou a escrever. E ainda me inspira até hoje. É como as palavras de Clarice Lispector “Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente, a minha própria vida”.

Se “Domando la Luna” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Nossa, eu poderia pensar em várias aqui que retratam o poder feminino, mas acredito que as músicas “Desconstruindo Amélia”, da Pitty, e “Can't Hold Us Down”, da Christina Aguilera, cabem perfeitamente à personagem Luna Martins e parte do contexto da comédia romântica.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou formada em Administração. Mas, recentemente, me aventuro no Photoshop para fazer montagens de imagens para aniversários de crianças, trabalho com reforço escolar e revisão de textos, além da carreira de autora.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Primeiro, quero agradecê-los por disponibilizar um pouco do seu tempo para ler essa entrevista e conhecer parte do meu trabalho através dessa obra. E, segundo, mas não menos importante, nunca, jamais, permitam que algum problema ou alguém interrompa seus planos, sempre corram atrás de seus desejos, cientes de que o caminho, mesmo aparentemente difícil, não será impossível. Um abraço e beijo cheio de luz a todos!

Susane Matos tem 26 anos e mora em Salvador - BA. 

PARA COMPRAR "DOMANDO LA LUNA" NA AMAZON CLIQUE AQUI!

PARA LER "DOMANDO LA LUNA" NO SKOOB CLIQUE AQUI!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: