quinta-feira, 27 de outubro de 2016

ENTREVISTA COM WILL SOARES, AUTOR DE A MORADA DO MAL

SINOPSE: Até onde um pai consegue manter a sanidade pela perda de seu filho? Aonde reside o mal? A Morada do Mal conta a história de três personagens: Um pai aflito com o sumiço de seu filho, um investigador veterano que busca a redenção de sua carreira em decadência e um padre não tão devoto. Seus caminhos se cruzam quando o Mal toma vida na Cidade do México e lhes convida a entrar em seu mundo. Vida e morte. Bem e Mal. Sanidade e Loucura. Venha conhecer a Morada do Mal.


Como surgiu a ideia de escrever "A Morada do Mal"? Possuo um site, escribas.com.br, onde junto com um amigo divulgamos nossos escritos. Estávamos fazendo um brainstorming e surgiu a ideia para uma série de contos que se passam em lugares assustadores e reais. Fechamos alguns lugares, porém nada ficou definido. Até que assisti um documentário sobre a Ilha das Bonecas, no México e vi que daria uma excelente história. Assim começou minha viagem pela ilha maldita.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Foi um trabalho de 9 meses, em meio à pesquisa, escrita e revisão. É muito complicado escrever sobre um lugar o qual você não conhece ou nunca visitou, então eu fiz uma pesquisa exaustiva sobre os lugares onde ocorrem a trama, para que o leitor creia que aquilo tudo aconteceu de fato. Quando escrevo, tento transportar o leitor para algum lugar e quando mais reais forem as descrições, mais imersão haverá.

O que o leitor pode esperar de "A Morada do Mal"? Eu inseri elementos clássicos de terror, mas sempre buscando fugir do clichê dos sustos repentinos, reações exageradas e situações inviáveis. Tudo que está ali é plausível e possível a qualquer um, dentro do limite da história. Além disso, há o drama de um pai viciado em drogas, tentando lidar com a perda de seu filho, um investigador depressivo e desmotivado e um padre não tão santo assim.

Qual autor ou autora é seu preferido? Sem querer ser clichê, mas Stephen King é uma excelente referência. Sua construção de personagens é fantástica e sua inclinação a pensar fora da curva é excepcional. Escritor nacional, eu cito o Eduardo Spohr, pois me ensinou muito, de uma forma bem simples, a confiar na história e nunca fazer o leitor perder tempo, lendo algo que não vai a lugar nenhum.

Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? O Eduardo Spohr principalmente. Sua luta pelo primeiro lançamento, a insistência e até mesmo sua forma de lidar com o ofício foi inspirador.

Se "A Morada do Mal" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Principalmente nos momentos mais pesados, a maravilhosa trilha sonora de Stranger Things cairia muito bem!
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou analista de sistemas e infelizmente ainda não vivo do ofício de escritor, mas creio que ainda há muito o que fazer, pois tenho somente dois contos publicados em antologias, um livro guardado (que verá a luz no momento certo) e o Morada do Mal. Todos os meus escritos podem ser vistos no site escribas.com.br. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Que vocês incentivem a literatura nacional, pois a recente safra que surge vem com pessoas imensamente criativas, motivadas e inspiradoras, que não devem em nada para escritores famosos, nacionais e estrangeiros. Que você possa adquirir o e-book Morada do Mal e se maravilhar, sorrir e até chorar com essa história escrita com tanto suor, sangue e lágrimas. Se prepare para um lugar onde vida e morte se misturam e uma vez lá, somente a ilha dirá se poderá sair! Agradeço a oportunidade e até a próxima!

Will Soares tem 29 anos e mora em Nilópolis - RJ.

PARA LER "A MORADA DO MAL" NA AMAZON CLIQUE AQUI!

PARA LER "A MORADA DO MAL" NO SKOOB CLIQUE AQUI!

PARA VISITAR A FAN PAGE DO AUTOR CLIQUE AQUI!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: