segunda-feira, 31 de outubro de 2016

RESENHA DO LEITOR: A COMPANHIA NEGRA

SINOPSE: Clássico da literatura fantástica americana, 'A Companhia Negra' foi publicado originalmente na década de 1980. 'A Companhia Negra' é um grupo de mercenários com uma história que remonta a séculos. Numa tentativa de reviver o passado de glórias, ela se une ao exército da Dama, uma feiticeira de poder inigualável que acordou de um sono de eras para reconquistar tudo que perdeu. A Companhia se vê envolvida, então, em muito mais do que campanhas militares: ela precisa sobreviver aos conflitos extremamente traiçoeiros entre os servos da Dama. Num mundo onde a magia está presente em cada esquina, toda rua esconde segredos maravilhosos e perigos mortais.


Olá pessoal! Hoje vamos falar sobre o livro A Companhia Negra de Glen Cook. Esse livro foi publicado inicialmente na década de oitenta pela Tor e foi trazido para o Brasil pela Record. Este é o primeiro livro que inicia a primeira trilogia da Companhia Negra, série que até o momento possui 9 livros divididos em 3 etapas, cada etapa sendo um arco independente. A trama se inicia acompanhando o grupo mercenário conhecido como A Companhia Negra lutando por um líder de uma cidade contra um grupo de insurgentes. Após o desenrolar final deste conflito a Companhia é contratada para lutar pela Dama, a feiticeira líder de um império que busca conquistar novos territórios a qualquer custo.


O livro é contado através dos textos escritos pelo médico da companhia, Chagas (em inglês, Croaker) que é o cronista da Companhia. Chagas é sarcástico, irônico e debochado. Essa personalidade ajuda a diminuir o impacto da violência da guerra que é retratada. Chagas não foca muito os aspectos da guerra: estratégias ou objetivos. A companhia é um grupo de mercenários contratados que cumpre seus objetivos sem questionar se estão lutando para o “bem” ou para o “mal”.


O livro possui magia, mas de forma bem light (sem muitas explicações para como é feita). A companhia possui dois magos ilusionistas, One-eye e Globin (em inglês) que são capazes de fazerem projeções hiper realistas que auxiliam o grupo em batalha, porém seus poderes são mais utilizados em duelos entre os dois, normalmente em momentos bem impróprios. Outros personagens também usam magia de formas diferentes, mas todos possuem fraquezas.


A Companhia Negra é um livro Dark Fantasy, um dos primeiros deste estilo, que possui uma trama inicialmente toda picotada, com as vezes grande saltos na cronologia (pois o cronista não encontra tempo de escrever), de forma que é possível uma confusão inicialmente, porém a trama se intensifica e aumenta com o decorrer do livro. A trama ser picotada também se justifica pelo fato do autor ter escrito o livro durante os intervalos do trabalho, às vezes ele escrevia apenas uma frase durante o dia todo e continuava no dia seguinte.


A Companhia Negra é um livro que sempre aparece nas listas de Must Read de fantasia de todos os tempos e depois de ter lido os 8 dos 9 livros lançados tenho que concordar. Muito do que Glen Cook escreveu se espalhou nos livros atuais, a forma de contar com humor coisas que poderiam ser tristes ou pesadas pode ser visto em outros livros.


VITAMINAS:



RESENHA ESCRITA POR: EDUARDO REIS
Carioca, 27 anos, Analista de TI, Bibliófilo desde criança, fã de carteirinha de Cornwell e King. 










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: