sexta-feira, 28 de outubro de 2016

RESENHA DO LEITOR: PARA ONDE ELA FOI

SINOPSE: Se você tivesse uma segunda chance para o primeiro amor... Você aceitaria? Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre. Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade. Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce. 


A história que teve início em Seu Eu Ficar, onde Mia devia fazer sua escolha entre viver e partir, é isso que conta em Para Onde Ela Foi. O que ela poderia decidir sobre sua vida agora? Relembrando: Após um terrível acidente de carro onde Mia perde toda sua família, seus pais Deny e Kat morrem instantaneamente na estrada, seu irmão Teddy ainda teve tempo de ser socorrido e levado ao hospital, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos e também faleceu. O destruimento precoce de uma família é muito triste para qualquer pessoa. Mia devido à violência do acidente ficou em coma e teve uma experiência fora do corpo, estando consciente de tudo o que estava ao seu redor, por isso a decisão entre partir ou ficar.


A decisão foi muito difícil, como escolher pela vida, sabendo que as pessoas que você mais ama não estarão ao seu lado quando você acordar? Embora ainda tenha o amor de seus avós, a força de sua amiga, um amor puro adolescente com a mesma vontade de sonhar como a sua. Aliás, a leitura de Para Onde Ela Foi parece muito mais clara em como aconteceram os fatos e de como essa história é bonita, o que pode ser pela narrativa através dos olhos de Adam. E com todo carinho. 


Dias depois Mia acorda do coma, para alívio do restante de sua família e os médicos logo dão a notícia que ela já sabe que está sem sua família, para seguir sua vida, que o acidente sofrido foi muito grave e que ela ainda terá que passar por algumas fases até se recuperar totalmente, sendo necessários enxertos, fisioterapias, apoio de psicológicos, profissionais especializados para ajudá-la a vencer o luto. Com a ajuda da família, seus avós e de seu namorado, meses após o acidente, Mia teve uma recuperação considerada rápida, por muito da sua força de vontade. Mia decidiu pela vida, através de Adam (quando lerem os livros irão compreender). Decidindo assim seguir a carreira na música. Antes de acidente ela passou por uma audição em uma importante Escola de Música, a Julliard, em Nova York, na qual é aprovada e contemplada com uma bolsa de estudos. Adam permanece em Oregon, retornando a sua banda, lembrando que ele também é um apaixonado por música.


Mia e Adam não mais um casal, se passaram 3 anos, hoje ele é um astro de rock, leva uma vida de celebridade, correndo dos holofotes. Fumante, sofre com crises de pânico e ansiedade, o que o faz tomar remédios controlados. Tornando-se uma pessoa vazia e solitária, apesar do mundo “maravilhoso” que o cerca, cheio de fãs, entrevistas, capa de revistas, mas sem nenhuma paz. Adam faz sucesso com o álbum Collateral Damage (Dano Colateral), álbum em que compôs diante do sofrimento de não estar mais junto de Mia. Ela também se torna famosa, é uma talentosa violoncelista com apresentações solo em lugares para grande publico, platéia cheia, camarotes, a menina cresceu e está prestes a ganhar mais destaque ao iniciar uma turnê mundo afora, começando pelo Japão. Ambos amadureceram a sua maneira. Após tanto tempo os dois se encontram em uma noite cheia de emoção e revelações a cerca do relacionamento que não existe mais e sobre a vida que os dois têm agora. É um encontro necessário e definitivo.
Pessoal, fiquei morrendo de medo de escapar algum detalhe da história, sabe que aqueles que você lê e se surpreende, se isso ocorreu, não fiquem bravos, por favor! Vale muito a pena ler os dois livros e ter a história completa e mais entendimento sobre estes porquês. Amei ver o lado de Adam sendo relatado no segundo volume (não contem a ninguém, mais gostei mais da  história na sua sequência) em como ele sofreu e se transformou em tão pouco tempo. Espero que gostem da história de Mia e Adam.

QUANTAS VITAMINAS "PARA ONDE ELA FOI MERECE"?
RESENHA ESCRITA POR: GREISI SILVA
28 anos, administradora e artesã nas horas vagas, apaixonada por leitura e artes, não vivo sem música, poesia e cinema. Descobri que viajar é preciso e comer pipoca é fundamental para se ter boas ideias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: