sexta-feira, 4 de novembro de 2016

ENTREVISTA COM ANA SÓH, AUTORA DE DISSOLUTO

SINOPSE: Sócio do mais famoso bar de motoqueiros de Seattle, Savi Underwood leva a vida seguindo as próprias regras. A principal delas é sempre manter o controle, jamais voltar a cometer seu grande erro do passado. Ele jurou nunca mais corromper alguém. Millicent é uma boa garota. Apesar de carregar um trauma desde a infância, conquista o coração de todos com sua bondade. Após viver anos sofrendo em silêncio, não lhe resta alternativa senão sair pelo mundo, tentar reconstruir sua vida longe do lar. O destino a conduziu a um bar muito peculiar na cidade grande, onde ela conseguiu um emprego como garçonete. Além do ambiente estranho, um dos sócios do bar, um homem coberto de tatuagens e de maneiras rudes, chama sua atenção. Mesmo que sejam completamente diferentes, é evidente a forte atração entre os dois; a inocente Millicent é a maior tentação que um dissoluto como Savi pode enfrentar.


Como surgiu a ideia de escrever "Dissoluto”? Bem, Dissoluto foi idealizado pela minha amiga e parceira de escrita, Elissande Tenebrarh. Conversa vai, conversa vem, ela fez o convite para eu me juntar a ela para essa aventura. Nos damos tão bem, que decidimos fazer uma série, pois tem muita história boa para vir ainda. A parceria deu super certo!

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Demorou mais ou menos uns sete meses. Com a revisão e diagramação, foram oito meses.

O que o leitor pode esperar de "Dissoluto"? Pode esperar um motoqueiro tatuado e badboy, mas não apenas isso. Por mais que pareça clichê, Savi Underwood é um personagem incrível e com seus próprios demônios para combater. Ele sente culpa por algo que fez no passado e essa culpa, será parecida com o trauma de Millicent, uma mocinha especial e diferente de tudo que você já viu. Dissoluto tem uma lição linda e que encherá o seu coração de muito amor. É uma história de amor, família, amizade, culpa e muitas emoções.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Para ser bem sincera, não tenho autor preferido, sabia? Tenho livros preferidos, que me inspiram e fazem sonhar.

Se "Dissoluto" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Like a Stone (Audioslave). A melodia e a letra tem tudo a ver com Savi. 
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou vendedora, mas no momento estou trabalhando apenas com a escrita.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Vocês são como o ar que eu respiro; sem vocês, nada disso seria possível. Ser escritora não é apenas uma profissão, é um sonho que posso viver acordada. Obrigada por sempre estarem ao meu lado, apoiando e lutando comigo, pois sabemos o quanto é difícil ser escritor no Brasil. Eu nunca cansarei de agradecer. Amo vocês!

Ana Sóh tem 25 anos e mora atualmente em Curitiba - PR.

PARA LER "DISSOLUTO" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: