quarta-feira, 16 de novembro de 2016

ENTREVISTA COM ANNE RIBEIRO E PRISCILA CARVALHO, AUTORAS DE PRIMAVERA SEM RUMO

SINOPSE: Andrew Harper é um rapaz muito divertido que sempre soube o que queria fazer no seu futuro. Mas, com o pai que tem, isso será difícil de realizar. Agora, sendo obrigado pelo pai a fazer o que não gosta, vai para uma outra universidade. Iris Thompson sabe que nasceu para brilhar e, na realidade, brilha sem o menor esforço. Sempre luta pelo que acredita e tem um certo instinto em defender as pessoas que ama. Depois de uma ação impulsiva, ela vai fazer coisas inimagináveis para viver sem depender dos pais. Louise Austen era uma romântica incurável totalmente apaixonada pelos contos de fadas na adolescência, mas que teve seu coração partido pelas ações do seu marido no passado. Livre de tudo que tornou a sua vida ruim e indesejada, ela vai para outro lugar e tenta recomeçar sem idealizar as coisas. Connor Campbell é um homem aparentemente irresistível e sabe falar as coisas na hora certa para uma mulher atraente, exceto por um deslize enganoso que o faz ser tão misterioso. Elizabeth Campbell é agora uma mulher totalmente insegura de si e muito tímida. Tenta viver normalmente após um acontecimento inesperado na sua infância que a modificou completamente. Porém, ela sabe que não vai ser assim tão fácil. Sabendo que o que aconteceu com ela é algo frequente em muitos outros lugares, ela escolhe cursar Direito para lutar pela justiça. Totalmente perdida na sua vida, será que Elizabeth Campbell encontrará seu rumo nessa primavera? "Revelar o seu maior segredo às vezes pode ser melhor que guardá-los para si mesmo."


Como surgiu a ideia de escrever "Primavera Sem Rumo”?
Priscila: De um sonho que a Anne teve.

Anne: Surgiu com um sonho, em julho do ano passado, que me perseguiu por 3 longos meses. Nele, eu me via escrevendo a história de 6 amigos (agora são 5), comemorando o final de um período na Universidade. Até que, resolvi compartilhar com 2 amigas: uma me incentivou a escrever, e a outra é agora a melhor coautora que poderia existir.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta?
Priscila: Uns 7 a 8 meses.

Anne: Começamos a desenvolver a história em outubro do ano passado, e terminamos em agosto desse ano.

O que o leitor pode esperar de "Primavera Sem Rumo”?
Anne: Pode esperar muito suspense, com drama na medida certa e um romance fofo. Algumas partes são muito tristes, porque envolvem segredos e a revelação deles. Inclusive, o da personagem principal desse livro (em cada livro, o foco é maior em um deles), é bem difícil.

Priscila: Esse é o primeiro livro de uma série, então, de um modo geral, espera-se deveras coisas. No entanto, em PSR o leitor verá que a amizade, acima de tudo, perpetuará se você confiar em seu amigo para lhe contar seus próprios segredos; mágoas que ainda existem em seu coração, que precisam urgentemente ser amenizados. Isso somente ocorre quando temos alguém que confiamos ao nosso lado. Está triste? Conte para alguém! Acha que não aguenta mais viver neste mundo? Confie e desabafe com algum amigo. Eles sempre ajudam, ainda que pouco, pois teremos aquela certeza de que tem alguém ao nosso lado quando as coisas apertarem.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever?
Anne: Tenho vários autores favoritos, mas a que se sobressai agora é a Isabela Freitas. A conheci pessoalmente, no lançamento do seu livro, e ela é um amor de pessoa. A forma leve e descontraída com que escreve me ajudou muito. Outra autora é a J.K., que ensinou, através de sua história de vida, a nunca desistir dos meus sonhos, mesmo que isso leve muito tempo para realizar.

Priscila: Vou citar dois, posso, né? O primeiro é Douglas Adams. Esse autor tem um lugar muito especial no meu coração. Além de escrever maravilhosamente bem, a sua mente é enraizada de inteligência e ironia (das melhores). Pode parecer estranho, mas ironias me inspiram muito. A segunda é a maravilhosa tia Rowling. Não só pelas histórias, mas também a sua trajetória até tornar-se uma autora épica e que, muito provavelmente, ninguém esquecerá. Ela é um ser que esbanja inspiração e nos passa isso facilmente com as suas ideias fantásticas!

Se “Primavera Sem Rumo” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria?
Anne: “I’ll be there for you”, The Rembrandts.
Priscila: "You are not alone" do Michael Jackson. A ideia do livro é exatamente essa. 
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão?
Anne: Sou formada na área de Petróleo e Gás, mas não trabalho nisso. No momento, apenas me dedico ao ofício de escrever. Em breve, pretendo cursar Letras.

Priscila: Carreira... Ainda nenhuma. Pretendo cursar Biomedicina em breve. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores:
Anne: Sigam seus sonhos, mas jamais permitam que seus pés deixem o chão. Sua família é o seu alicerce.

Priscila: Olá, pessoal! Espero muito que algo aqui tenha interessado vocês de alguma forma. Agradeço ao Rodrigo por nos convidar para esta entrevista. Fiquei extremamente feliz. Caso tenham se interessado, ficaríamos honradas em tê-los como leitores do nosso livro, de verdade! Um beijo de sereia (:p) para vocês!! E, novamente, obrigada!

Anne Ribeiro tem 29 anos e mora em Mesquita - RJ.
Priscila Carvalho tem 19 anos e mora em Saquarema - RJ.

PARA LER "PRIMAVERA SEM RUMO" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: