sexta-feira, 4 de novembro de 2016

ENTREVISTA COM DIEGO B. OLIVEIRA, AUTOR DE A CANÇÃO DO TEMPO

SINOPSE: O jovem Edmund está passando por um inexplicável problema de saúde; por conta disso, é obrigado a mudar-se para uma imensa casa-hotel no campo, em busca de ares que lhe fizessem bem. Mas, algumas semanas depois da mudança, o rapaz começa a ser assombrado pelo espírito de Lara Lancaster, uma senhorita que vivera naquela casa duzentos anos atrás. A princípio, aquilo o assusta terrivelmente. Mas, aos poucos, o medo dá lugar ao encanto até que, enfim, Edmund se descobre... Completamente enamorado pela fantasma! 


Como surgiu a ideia de escrever “A Canção do Tempo”? Ano passado, um perfil no Wattpad promoveu um concursos de contos natalinos. Foi pra participar desse concurso que comecei a escrever A Canção do Tempo. Mas logo abandonei o conto, pois percebi que nunca conseguiria encaixá-lo no limite de palavras permitido pelo concurso.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Escrevi metade do conto em dezembro de 2015; depois o deixei vários meses parado, até retomar sua escrita em agosto de 2016. Terminei-o agora em outubro. Então, para todos os efeitos, posso dizer que levei dez meses para escrever esse conto rs.

O que o leitor pode esperar de "A Canção do Tempo"? Uma história com viagens no tempo, canções mágicas, amores predestinados, crimes cometidos antes do nascimento, maldições divinas e muito romance.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Meus autores preferidos (nunca consigo dizer apenas um) são Júlio Verne, Monteiro Lobato, Pedro Bandeira, Conan Doyle, Agatha Christie, Robert Louis Stevenson, Álvares de Azevedo, J. K. Rowling, C. S. Lewis e muitos outros. Em tudo que escrevo, é evidente a inspiração desse pessoal aí.

Se "A Canção do Tempo" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? É uma pergunta muito interessante, pois toda a história é centrada em uma ‘melodia mágica’; além do mais, cada capítulo tem uma música especial na mídia. Ou seja, o conto inteiro é repleto de trilhas sonoras rs. Mas, já que tenho que escolher, fico com a Sexta Sinfonia de Beethoven (a Pastoral). Foi uma das que mais me marcaram durante a escrita de A Canção do Tempo.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Eu sou um estudante de Direito. E é meio que só isso, por enquanto haha.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Aê, pessoal, obrigado por serem leitores! É bom demais perceber que o amor à leitura voltou a ganhar fôlego em nosso país! Aos que, assim como eu, estão com a cara atolada nos estudos, despeço-me com a seguinte frase: o negócio é estudar, porque amar tá difícil. Haha. Abraços a todos!

Diego B. Oliveira tem 21 anos e mora Trindade - GO.

PARA LER "A CANÇÃO DO TEMPO" CLIQUE AQUI! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: