quarta-feira, 2 de novembro de 2016

ENTREVISTA COM JOYCE FERNANDES, AUTORA DE O OLHAR DE SARAH

SINOPSE: Em um pequeno vilarejo no interior dos Alpes franceses, vivia uma família simples e religiosa. A família Harper, era um exemplo de união e felicidade... Pelo menos era isso que todos pensavam... Pois por trás daqueles belos sorrisos em fotos de família tiradas em datas especiais, havia um grande e venenoso segredo, que seria capaz de acabar com sua boa reputação. Lisa a única filha da família viveu sua vida inteira acreditando em uma mentira, contada pela mulher que a criou. Mas um clique será capaz de acabar com toda a farsa e finalmente fazer a jovem Lisa feliz. Debaixo do veneno, um clique para o amor...


Como surgiu a ideia de escrever “O Olhar de Sarah”? Eu tive vontade de escrever com uma amiga, que conheci no site Social Spirit, onde publicava algumas histórias. Então, conversei com ela e expressei esse meu desejo e ela aceitou. Juntas, escolhemos como seria o desenvolvimento do livro, os nomes dos personagens, o local, o título do livro e selecionamos também algumas fotos aleatórias para escrever as características físicas de nossos personagens. Preparamos três capítulos, a sinopse e o prólogo, e logo depois ela desistiu de escrever. A escola, e os estudos para cursos técnicos exigiam demais o tempo dela, então eu parei também. Só agora, no final do ano, conversando com outras amigas, tive apoio para continuar sozinha. Pedi autorização para ela, claro, e com seu consentimento, estou seguindo essa jornada!

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Meu livro ainda não está concluído, também não tenho uma previsão para isso, já que estou no começo.

O que o leitor pode esperar de “O Olhar de Sarah”? Ele é um romance, que envolve drama e muitos segredos. Diria para meus leitores prepararem os lencinhos, pois vão mergulhar numa história encantadora de superação, dor e muitas decisões complicadas.

Qual autor ou autora é seu preferido? Não tenho preferência, gosto do conteúdo do livro, particularmente, não sou extremamente fissurada por nenhum, mas, eu sou apaixonada pelos filmes “As Crônicas de Nárnia” e não imaginava que o livro seria tão maravilhoso, quanto. Então, se eu dissesse o nome de algum autor, este seria C.S Lewis.

Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Certamente. Todos os livros que leio me servem de inspiração para novas histórias, já que meu foco não são os autores.

Se “O Olhar de Sarah” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Essa é uma pergunta bem difícil, já que eu ouço muitas músicas para escrever. Inclusive fiz uma playlist, que ouço sempre, apenas para isso. São músicas variadas, mas acho que se escolhesse uma das muitas, seria “Yes – Demi Lovato”, porque retrata alguém que entrega sua vida, sua força, seu amor, para outra pessoa. Que está ali nas horas boas e ruins. Não tem muito a ver com o desenvolvimento do meu livro, mas com certeza eu a encaixaria na trilha sonora, por mostrar algo que faço para os meus leitores! Dou tudo de mim em cada capítulo para conquistá-los e para levá-los para dentro da história, ou seja, dou a minha dedicação, amor, força e atenção para mostrar nos pequenos detalhes o quanto me preocupo com o que cada sentimento que eles terão em cima dos personagens.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Eu ainda não sou uma escritora profissional, mas com certeza já penso em seguir carreira nisso. No momento, eu curso Língua de Sinais (LIBRAS), que também é uma área a qual quero atuar. São mundos opostos, mas a meu ver tem tudo para se conciliarem e acredito que, com muito esforço posso atuar nas duas profissões. Se não mudar de ideia, é claro.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Eu deixaria aqui uma “Propaganda” para que lessem o meu livro, mas quero deixar algo especial aqui, para cada um que acompanha o blog. Todos nós temos sonhos (ou objetivos), alguns são riscados da lista, ou acabamos desistindo deles. Eu já desisti de vários. Mas estou aprendendo a confiar em mim e em meus dons, e assim como aprendi a me dedicar e correr atrás, quero dizer para que façam o mesmo. A vida não nos foi dada em vão, e se você não usar suas ferramentas para seu sucesso (seja ele profissional, sentimental ou financeiro), ninguém fará por você. Então, confiança e determinação são os primeiros passos que deve seguir, se ninguém acredita, você acreditando em si mesmo é o que basta. Quando parei de escrever, uma amiga me disse: “Você precisa escrever para você. Tem que se agradar com o que faz, e o restante vem depois”. Essa frase ficou até hoje na minha cabeça, e me serve de conforto quando penso em desistir. Hoje em dia levo isso comigo, escrevo para mim e tento me agradar. Quando estou certa de que gostei de algo, sem pestanejar ou achar que está ruim, posto e espero o resultado. Sendo ele, diversas vezes bons, mas claro, levando críticas construtivas. Pois devemos aceitar as duas coisas, só elogios não nos levam a nada! Confie em si mesmo, porque em algum lugar tem alguém se espelhando em você.

Joyce Fernandes tem 20 anos e mora em São Vicente.

PARA LER "O OLHAR DE SARAH" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: