quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

ENTREVISTA COM ALANE BRITO, AUTORA DE O QUE ME DISSERAM AS FLORES

SINOPSE: Presa a uma promessa feita por seu pai, Ângela decide desafiá-lo a aceitar que não é vontade dela se casar com alguém que conhecia apenas através de cartas. Deixando-se levar por uma mentira, William viaja até a prometida, acreditando encontrar uma moça tão apaixonada quanto ele. Entretanto, depara-se com a força da raiva de alguém com quem sonhava passar o resto de sua vida. Por conta do grande amor que aprendeu a nutrir por ela, decide, então, lutar para conquistá-la. Usando a linguagem das flores para se declarar e, cada dia, se revestindo de uma força descomunal para suportar as palavras afiadas e suas duras atitudes, ele tenta encontrar uma maneira de fazer com que o ódio, que ela tanto demonstra sentir, se transforme em algo bom, mas para isso ele mesmo precisa continuar acreditando que é possível... Um grande amor é realmente capaz de suportar tudo? Conheça a emocionante história de duas pessoas numa mesma batalha, mas que lutam por desfechos diferentes. E que vença o mais obstinado.


Como surgiu a ideia de escrever “O Que Me Disseram as Flores”? Faz muito tempo, quando eu era adolescente. Escrevi uma primeira versão, depois de alguns anos resolvi reescrever de outra maneira, mas mantendo a mesma ideia e essência.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? A segunda versão, para ser finalizada, sem revisão, uns três meses.

O que o leitor pode esperar de “O Que Me Disseram as Flores"? É um romance de época com muito amor, luta contra sentimentos indevidos, conflitos emocionais, brigas... Mas em alguns momentos também poderão encontrar uma pitada de humor. Muitas pessoas torcem pelo final feliz dos personagens principais, por isso, alguns sofrem um pouquinho até chegarem ao desfecho. (risos)

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? São muitos... Mas citarei dois: gosto muito do estilo de Stephen King, o modo como ele consegue dar destaque para os personagens secundários. E Samanta Holtz, pela leveza e belas mensagens de suas histórias. E sim, sempre influenciam em minha escrita.

Se "O Que Me Disseram as Flores" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Eu nunca pensei numa música para a história, mas ao ouvir a letra de Blank Page, de Christina Aguilera, achei que combina muito bem.  
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Atualmente me dedico apenas à escrita. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Olá, pessoal Espero que tenham gostado de saber um pouquinho sobre mim. Agradeço pela atenção e obrigada a todos que já conhecem meus trabalhos pelo tempo que dedicaram a eles, e torço para que quem ainda não conhece me deem uma oportunidade. Não só a mim, mas a todos os nacionais que estão bombando!! Um grande beijo em todos!! Ah, e obrigada pela oportunidade!

Alane Brito tem 35 anos e mora em Feira de Santana - BA.

PARA COMPRAR "O QUE ME DISSERAM AS FLORES" CLIQUE AQUI!

PARA LER "O QUE ME DISSERAM AS FLORES NO SKOOB CLIQUE AQUI!

PARA VISITAR A FAN PAGE DA AUTORA CLIQUE AQUI!

3 comentários:

  1. Amei as perguntas!!! Mais uma vez agradeço pela oportunidade, Rodrigo!!^_^

    ResponderExcluir
  2. O livro da minha vida, como eu amo!!! Alane sua linda, obrigado por fazer parte da minha vida com suas escritas incríveis! Sou seu fã. Bjs e sucesso sempre!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Romullo, lindoooo!!! Eu que agradeço por acompanhar meu trabalho, pelo apoio e por tanto carinho!!! Obrigada por tudo!!! <3 <3

      Excluir

Comente com o Facebook: