sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

ENTREVISTA COM L. A. NETO, AUTOR DE FOLHAS AO VENTO

SINOPSE: Benjamin Luckovsky, com seus 26 anos, atualmente tem a vida feita e mora tranquilamente em Belo Horizonte, mas nem sempre foi assim...  Quando mais novo, se assumiu gay para sua família e foi rejeitado no mesmo instante, nunca o aceitavam de forma alguma. O preconceito que sofria vindo daqueles que deviam apoiá-lo, obrigou Benjamin a fugir da Rússia para o Brasil e longe dos pais, conseguiu, com dificuldade, conquistar tudo que queria. Agora o psicólogo e professor de sociologia vive um romance com Edgar, um dos seus alunos do terceiro ano. Os dois mantêm o romance em segredo para evitarem o preconceito que teriam que encarar mais cedo ou mais tarde. Benjamin sabia que o seu parceiro enfrentaria boa parte das coisas pelas quais ele já passou, mas agora não estaria sozinho. Enquanto Edgar enfrenta de frente a sociedade e seus preconceitos, Benjamin luta para esquecer as lembranças de um passado extremamente doloroso...


Como surgiu a ideia de escrever "Folhas ao Vento”? Eu queria começar algo. Estava assistindo uma novela alemã e a ideia veio dela.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Três meses.

O que o leitor pode esperar de "Folhas ao Vento”? Conflitos atrás de conflitos, drama e definitivamente provas que o amor é maior do que qualquer coisa.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Oh, adoro Bukowski. E sim, a forma como ele se expressa se parece com a minha, a forma como ele se colocava em cada palavra que escrevia.

Se  "Folhas Ao Vento" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Definitivamente seria Take Me To Church do Hozier. Às vezes acho que a música e o livro se encaixam.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Atualmente eu apenas escrevo mesmo que não ainda não tenha um retorno lucrativo.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Uma mensagem, hum, tudo bem. Vou fazer a divulgação do meu livro aqui. Mentira. O que posso dizer é que nós escritores escrevemos por amor, nosso desejo é fazer com que tudo aquilo que está em nossas mentes viaje para a mente dos nossos leitores e, apesar de ser maravilhoso, é também bastante difícil. De qualquer maneira, amamos fazer isso.

L. A. Neto tem 20 anos e mora em Ribeirão das Neves - MG.

PARA LER "FOLHAS AO VENTO" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: