terça-feira, 31 de janeiro de 2017

RESENHA DO LEITOR: AS CRÔNICAS DO AMOR - O ESCRITOR, A CEGA E O HOMEM DE LATA

SINOPSE: Após um encontro com o Senhor do Tempo, o Homem de Lata percebe que precisa lutar com todas as forças para resgatar o elo que lhe liga a Cega. Sempre é tempo, acreditava ele, e por isso tentou de todas as formas recuperar as coisas que perdeu pelo caminho, mas algumas coisas são difíceis de se recuperar, ainda mais quando estamos a mercê do dedo invisível do tempo... É nesse contexto, que o Homem de Lata precisa tomar uma importante decisão. O que você faria para resgatar um amor que adoeceu gravemente?



Eu sempre acreditei que um livro lido por um milhão de pessoas provavelmente teria um milhão de interpretações, mas nunca isso pareceu tão claro para mim como em As Crônicas do Amor: O Escritor, A Cega e o Homem de Lata. Enquanto o lia eu pude imaginar centenas de interpretações diferentes para uma simples frase, isso sem mencionar o contexto geral do livro. Então achar uma maneira para resumir essa história não foi à coisa mais fácil, mas espero fazer jus a ela.


Como prometido no título da obra nos temos um Homem de Lata, não como o do Mágico de Oz que era realmente feito de lata, e sim um homem comum escondido atrás de uma armadura na esperança de curar feridas antigas e se salvaguardar contra novas. Como a maioria das pessoas do mundo, o Homem de Lata teve seu coração partido pelo amor e depois de dessa experiência ele se recusa a se abrir novamente para tais sentimentos. Ele se relaciona, apesar de ser incapaz de demonstrar a complexidade de seus sentimentos e por isso passa por maus bocados. O medo de sofrer novamente por uma dor antiga o faz de refém, o trancafiando em uma prisão que ele mesmo criou. Sua armadura de lata. No fundo o que falta para o Homem de Lata não é um coração de carne e sangue e sim, um coração colorido por um amor no qual ele á muito tempo deixou de acreditar.


É estranho olhar para trás e ver que cometeu vários erros, mas, de certa forma, compreendê-los. Somos os únicos a nos entendermos por inteiro e de fato.

Já à Cega não falta à visão do material e sim a capacidade de enxergar a delicadeza dos sentimentos das pessoas, que para o bem ou para o mal se manifestam de inúmeras maneiras. Como acontece na maioria das vezes a Cega e o Homem de Lata se envolvem. Um relacionamento fadado ao fracasso já que nele falta a compreensão.


Acredito que todos nós, em algum momento da vida acabamos nos perdendo. Por um segundo, um minuto, um dia, um mês... Vivemos na esperança de nos acharmos, e nos perdemos quando nos achamos. Pois, involuntariamente, sempre deixando algo pelo caminho.

Então quando o relacionamento acaba, ambos machucados pelo fim de um amor, tentam ganhar o que lhes falta. Um coração e a visão. O Homem de Lata se despe de sua armadura e de peito aberto e exposto busca entender o amor e senti-lo novamente, busca conseguir amar depois de uma decepção tão grande. A Cega procura se tornar mais sensível em relação aos sentimentos alheios e com o tempo compreende que cada um ama da maneira que pode e que não há jeito certo ou errado de amar alguém.


O amor é algo que existe dentro de nós, é inevitável, nascemos do amor e por isso todas as pessoas nascem com vocação para amar. 

No final, acho que de um jeito poético e sensível, o que a história ilustra é um típico fim de relacionamento onde duas pessoas se amam, mas por qualquer que seja a razão, não podem mais ficar juntas. A separação machuca os dois, deixa feridas que o tempo com seu dedo habilidoso e invisível, cura e por fim essas pessoas acham um novo amor. Elas aprenderam com o relacionamento passado e por isso são mais maduras nos seguintes. Assim como a Cega e o Homem de Lata eles aprendem que o importante do amor é amar, independente de como, e que no final o amor pode ter inúmeras cores, apesar de provavelmente ser amarelo da cor das estrelas que olham para nós.


O destino é cheio de truques e, no fim, ele sempre nos apresenta a algo que nós fazia entender o porquê de todas as outras coisas terem dado errado ate aqui. 

As Crônicas do Amor: O Escritor, A Cega e o Homem de Lata é um livro sensível e que trás reflexões profundas sobre relacionamentos, emoções e a vida em si. Posso dizer que aprendi com ele lições que pretendo levar para minha vida pessoal.


VITAMINAS:



SOBRE O AUTOR: Joilson Brandão é um cronista, natural de Feira de Santana - BA. Em 2012 criou Meu Coração na Caneta, um blog de crônicas que tem como lema levar uma mensagem que possa ser como uma luz ou mantra para aqueles que o leem. O projeto deu frutos: entrevistas, críticas, parcerias, premiações. Em 2014, o Meu Coração na Caneta sai do mundo virtual e se materializa com o livro As crônicas do amor: O Escritor, a Cega e o Homem de Lata. O que garantiu a Joilson Brandão, o Oscar do Sertão, na modalidade revelação literária em sua cidade. Graduando em Administração, Joilson se equilibra entre a vida acadêmica, os deveres profissionais e a iniciante carreira de escritor. Atualmente, possui cerca de 150 crônicas autorais, algumas delas ainda inéditas e mais quatro livros ainda não publicados. Entre eles uma aventura medieval e uma comedia romântica.

RESENHA ESCRITA POR: CAROLINA SIQUEIRA
Carol Siqueira, 20 anos, é estudante de Odontologia pela Universidade Positivo e quando não está deixado o sorriso das pessoas mais bonito, ela passa seu tempo lendo histórias sobre criaturas mágicas, que eventualmente se apaixonam, ou escrevendo algum resumo bobo na varanda de sua casa e não perde a oportunidade de adicionar mais um livro a sua coleção de preferidos. 

PARA VISITAR O BLOG "MEU CORAÇÃO NA CANETA" CLIQUE AQUI!

PARA VISITAR  A FAN PAGE DO BLOG "MEU CORAÇÃO NA CANETA" CLIQUE AQUI!

INSTAGRAM DO BLOG: @meucoracaonacaneta

PARA COMPRAR O LIVRO "AS CRÔNICAS DO AMOR: O ESCRITOR, A CEGA E O HOMEM DE LATA" CLIQUE AQUI!

E-MAIL DO AUTOR:  joilson_brandao@outlook.com

ENTREVISTA COM L. SYMONE, AUTORA DE ENCONTRANDO UM BILIONÁRIO

SINOPSE: Savanah cresceu em um orfanato e ao completar dezoito anos teve que deixar o mesmo, sem saber como começar sua vida sozinha, acaba optando pelo mais "fácil" e se torna uma acompanhante de luxo. Após dois anos nesse meio um acontecimento inesperado a faz pensar em seu futuro. Ela decide voltar a estudar e começar uma graduação, é a melhor opção no momento, mas ao chegar à faculdade seus planos mudam novamente optando mais uma vez pelo mais fácil. Conquistar um playboy rico... afinal casar com o herdeiro de um poderoso CEO tem suas vantagens. Savanah só não contava que o irmão mais velho de seu ALVO fosse antigo cliente e tivesse planos de destruir seus “sonhos”. Pode o ódio virar amor? "Um romance onde a mocinha pode não ser tão boazinha".


Como surgiu a ideia de escrever "Encontrado um Bilionário"? “Encontrando Um Bilionário” fala sobre uma garota ambiciosa que após sair do orfanato se torna uma acompanhante de luxo, tendo uma vida de regalias exorbitantes. Mas um acontecimento a faz repensar sua vida. Savanah não é mal caráter, ela só faz escolhas erradas, é quando ela encontra Gustavo e decidi dar o velho golpe do baú. Ela quer ficar rica sem se esforçar para isso. Ela só não contava que um antigo cliente fosse irmão do Gustavo e que ele estava disposto a desmascara-la. Foi um prazer enorme escrever esse romance, a história fluiu sozinha e os personagens ganharam vida, amei de verdade! Minha ideia inicial sempre foi mostrar que o amor pode sim mudar uma pessoa, que dinheiro não é tudo e que podemos ser felizes vivendo com pouco, mas com amor.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Tenho duas filhas pequenas e como foi o primeiro livro que escrevi, demorei 5 meses.

O que o leitor pode esperar de “Encontrando Um Bilionário"? Grandes reviravoltas! Savanah, Eitan e Gustavo, são personagens que mexem com nosso coração, nos fazem sorrir e chorar.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Durante esses anos de leitura aprendi a respeitar muitos autores, mas o livro A aposta da Vanessa Bosso foi importante para que eu sonhasse um dia em me torna uma escritora. E foi vendo a JFB Bauer, uma nova autora que respeito muito, ter seu sonho realizado que me inspirou a tirar meu sonho da gaveta e torna-lo realidade também.

Se "Encontrando Um Bilionário” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Sem dúvida seria, Miley Cyrus - Wrecking Ball.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Atualmente sigo apenas a carreira de escritora, mas já trabalhei durante anos na área de Recursos Humanos. 

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Só quero dizer que meu maior prazer é escrever romances que vão tocar, inspirar e fazer leitores se apaixonarem por aquela história. Se eu conseguir isso já estou feliz! Aos meus leitores quero agradecer aqueles que me acompanham e torcem pelo trabalho. Sem vocês nada disso seria possível. Amo vocês!

L. Symone tem 26 anos e mora no Rio de Janeiro - RJ.

PARA LER "ENCONTRANDO UM BILIONÁRIO" CLIQUE AQUI!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: O LEGADO DE OUTONO

SINOPSE: Uma jovem. Um Legado. E uma estação onde as folhas caem... Dakota herdou um destino que poucos gostariam de ter. Após a morte trágica de seu pai, ela é atacada pelos homens do reino em que vive, sendo salva por um desconhecido. A partir desse dia, ele a ajudará a desvendar as linhas tortuosas de seu passado e quebrar o impetuoso desequilíbrio e caos que ascende sobre o reino. Os céus mostram que a paz não será uma opção na aurora do amanhã e as legiões de escuridão se erguem inevitavelmente como a chegada da noite. Guerras épicas têm sido travadas durante os séculos, mas agora essas mesmas desavenças não serão reprimidas facilmente.


Longos dias e belas noites pessoal! Hoje vamos falar sobre o livro O Legado do Outono do autor Vitor M. Santos, lançado aqui no Brasil pela Editora Lotus. O autor inclusive já deu uma entrevista para o Blog e você pode conferir essa entrevista clicando aqui!


Neste livro começamos acompanhando o guerreiro Erwin aconselhando o Rei covarde a se preparar e pegar em armas contra um grande mal que se aproxima, porém o Rei não o escuta e ordena que ele vá em uma missão perigosa dentro da floresta que é considerada mágica pelos moradores das redondezas.



Nosso ponto de vista muda e começamos a acompanhar Dakota uma jovem que se sente completamente à vontade próxima das árvores da floresta mágica. Dakota sofre um grave ataque onde perde seu pai. A menina foge para floresta e encontra seres mágicos, um mundo completamente novo para ela e que se mostra também muito perigoso. Dakota é o Legado do Outono e possui o poder de enfrentar o grande mal que se aproxima.



Esse livro possui diversos pontos interessantes e apresenta um mundo mágico clássico… lembrando um pouco a Terra de Nárnia. Existem diversos pontos de vista dando as perspectivas de outros personagens e não somente à protagonista.



PARA COMPRAR O LEGADO DE OUTONO CLIQUE AQUI!



ESCRITO POR: EDUARDO REIS

Carioca, 27 anos, Analista de TI, Bibliófilo desde criança, fã de carteirinha de Cornwell e King.

ENTREVISTA COM ISA ALVINO, AUTORA DE CINTILANTE I

SINOPSE: Alex, um rapaz de 18 anos que acabou de se mudar para a pequena cidade de Laguna, chega bem perto de um fim trágico em um acidente de moto. Mas uma garota de cabelos acobreados cruza o seu caminho e o salva, antes de desaparecer misteriosamente. Agora Alex não consegue parar de se fazer a seguinte pergunta: quem é ela? Ela pode parecer uma garota comum, mas sabe muito mais sobre Alex do que ele imagina. Junto com o desenrolar de um romance sobrenatural, muitos segredos que ele sequer imagina serem possíveis serão revelados.

Como surgiu a ideia de escrever "Cintilante I"? Eu estava no ensino médio quando senti pela primeira vez o desejo de escrever um livro. Mas somente muitos anos depois coloquei esta vontade em prática. Em Cintilante I eu posso dizer que comecei pelo final. Tudo o que eu tinha era um final em mente e a partir deste final eu quis que a história seguisse aquilo que eu mais gostava de ler em outros livros: Que fosse fantasia, para um público jovem, que não faltasse um romance e que desconstruísse o tema "fadas"!

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Cintilante I existe há mais de cinco anos. O texto original é completamente diferente desta versão final. Foi um total de quase três anos para ficar pronta.

O que o leitor pode esperar de "Cintilante I"? Um romance encantador, muitos mistérios, personagens surpreendentes e grandes descobertas!

Qual autor ou autora é seu preferido? Tenho uma listinha pequena (risos)... Mas vou citar a primeira por quem me apaixonei que é Agatha Christie e a última Graciela Mayrink.

Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Com toda certeza! O que mais gosto quando leio é conseguir encontrar uma história capaz de prender a minha atenção do início ao fim. Isto definitivamente é essencial para uma boa história, e ambas escritoras possuem este grande talento, e eu busco fazer o mesmo com meus textos.

Se “Cintilante I” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Durante a escrita eu nunca havia pensado em escolher uma música para Cintilante I, mas depois da história completamente pronta achei que Unconditionally - Katy Perry se encaixaria perfeitamente na história.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? No momento dedico meu tempo somente a escrever, estudar e cuidar de três princesas que tenho em casa!

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Muito obrigada a todos pela oportunidade de mostrar meu trabalho a vocês, tenho certeza de que vão se surpreender muito com Cintilante I e quero também deixar um aviso: "Esqueçam tudo o que vocês sabem sobre fadas!"

Isa Alvina tem 34 anos e mora em São José dos Campos.

PARA COMPRAR "CINTILANTE I" CLIQUE AQUI!

PARA VISITAR A FAN PAGE DA AUTORA CLIQUE AQUI!

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

RESENHA DO LEITOR: AME O QUE É SEU

SINOPSE: O casamento de Ellen e Andy não parece perfeito - ele é perfeito. São inegáveis a profundidade da devoção mútua e o quanto um desperta o melhor do outro. Mas por obra do destino, certa tarde, Ellen revê Leo pela primeira vez em oito anos. Leo, aquele que partiu seu coração sem se explicar, aquele que ela não conseguiu esquecer. Quando o reaparecimento dele desperta sentimentos há muito adormecidos, Ellen se põe a questionar se sua vida atual é de fato como ela queria que fosse.


Oi gente! Vamos de romance (pra variar!) e hoje é um livro de Emily Giffin. Gostei muito de conhecer a história de Ellen, é uma leitura fácil e bem gostosa e até com um toque de suspense, em torno de toda a história se desenrolar. Ellen hoje é casada, com Andy, que tem sua família como comercial de margarina e realmente são felizes, embora sem filhos (como tem geralmente nos comerciais). Andy ama Ellen e é um marido muito carinhoso e atencioso com ela, digamos que seja o marido que muitas pessoas querem para si, fazendo de tudo para o bom relacionamento dos dois. Ellen hoje é fotógrafa e tem sua vida toda organizada e muito feliz ao lado do marido.


Andy é irmão de Margot, melhor amiga Ellen, elas se conheceram no período da faculdade, onde elas dividiam o quarto, por isso se tornaram tão amigas. As duas sempre foram muito diferentes, inclusive financeiramente, Ellen foi criada sem muitos recursos, já a família de Margot sempre teve muito dinheiro, mas com o tempo isso já não passou a soar com tanta diferença para Ellen ou para Margot. Quem nunca ficou dividido entre dois amores? Pode ser que nunca tenha ocorrido, mas é isso que gira em torno da nossa personagem. Imagina você ter chance de viver um grande amor, que seria sua cara metade e ainda por cima lindo, mas, há uma separação, e causa um tremendo sofrimento a você, depois de você se recuperar e casar com um cara que realmente te merece.


Pois é, Ellen reencontra Léo, o seu amor do passado, o cara gato, em um cruzamento e se pergunta, será que era ele mesmo? Sim, era. Se reconheceram em um relance. Os dois se reencontram e ele quer saber como ela está, depois de tanto tempo. Mesmo Léo tendo terminado com ela da pior forma possível, ela ainda nutre “amor” por ele. A narrativa da história mistura-se do presente ao passado, mas no fim, conseguimos entender o enredo. E neste momento fica em dúvida se abre mão da sua ótima vida ao lado do marido ou do amor avassalador e egoísta de Léo.


A trama se desenvolve em Ellen construindo defeitos em torno de seu marido, e os amigos ricos dele, ela retoma ao pensamento que não pertence a esse lugar, mesmo Andy sendo ótimo com ela em tudo, mas também, sabe de todo o sofrimento causado por Léo. A história é muito boa, os detalhes são descritos com muita delicadeza. É muito envolvente, como disse, parece um suspense que vai se desenrolando para saber o que Ellen fará da sua vida e qual será sua nova escolha. Para quem gosta de um romance, esse livro é perfeito! Espero que gostem! Beijos!


VITAMINAS:



RESENHA ESCRITA POR: GREISI SILVA

28 anos, administradora e artesã nas horas vagas, apaixonada por leitura e artes, não vivo sem música, poesia e cinema. Descobri que viajar é preciso e comer pipoca é fundamental para se ter boas ideias.

#SEMANAPROJETO94: RESENHAS SOBRE O LIVRO + ENTREVISTA COM AUTOR


Nossa #SemanaProjeto94 está chegando ao fim e hoje vamos falar sobre algumas resenhas que foram publicadas sobre o livro na época que ele foi publicado no Wattpad (lá o livro ultrapassou 6.300 leituras). E você ainda vai conferir uma entrevista exclusiva com o autor!

Blog Casa de Livro

"Uma ficção incrivelmente bela, que mostra um quebra-cabeças psicológico alucinante. É impossível não tentar ligar os fatos e descobrir quem está por trás de todos os mistérios que fazem parte da trama. Uma obra maravilhosa que prende o leitor do começo ao fim. Rodrigo Fonseca trabalhou personagens, eventos e cenários com uma habilidade genial. Que o autor nos apresente o quanto antes a continuação da história. Pois a vida desses jovens estão mais ligadas, do que a gente imagina. Casa de Livro Recomenda".

PARA LER A MATÉRIA COMPLETA CLIQUE AQUI!


Blog Letras da Irmandade

"Cada capítulo é bem detalhado e não deixa nada faltar. Seja na escrita ou nos mínimos detalhes, o autor consegue prender o leitor. E ainda também nos mostra não só a história de Jake, mas também de Jennifer que tem os mesmos sonhos e um superpoder incomum e é onde essas histórias vão se ligar. Cada ponto vai se conectando e deixa a narração em primeira pessoa melhor ainda. Os sonhos fazem cada vez mais sentido a medida que a história passa e, quem procura ficção científica, aproveita, a história apenas começou. Segredos e muito mistério ainda estão para aparecer".

PARA LER A MATÉRIA COMPLETA CLIQUE AQUI!


ENTREVISTA

Como surgiu a ideia de escrever "Projeto 94"? Foi bem curioso. A ideia veio enquanto ouvia a música "If God Was Onde Us" da Alanis Morissette, que fala sobre se Deus fosse como um de nós e aí pensei em fazer uma história falando o oposto, se nós humanos tivéssemos poderes. Aí fui montando a história na minha cabeça de acordo com experiências pessoais e também coisas que sempre quis aprender, estudei alguns fatos históricos que poderiam servir com pano de fundo para a história, outra cultura onde seria possível minha história se desenvolver com maior facilidade e de um jeito que fosse juvenil e adulto, que fizessem os jovens refletirem e que misturasse humor, ação, aventura, suspense, romance - elementos essenciais para uma boa história. E também assisti alguns filmes sobre o assunto.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Cerca de um ano, porque escrevia nas horas vagas e com a correria de trabalho, faculdade, namorada, família, era mais complicado. Muitas vezes escrevi de madrugada, virei a noite. Aí tive dois grandes amigos que me ajudaram a revisar. Depois de finalizada fui fazendo ajustes até ficar do jeito que eu finalmente achasse que estava pronto para a publicação.

Qual a principal mensagem que o seu livro transmite? Acredito que todos nós temos dons e que podemos desenvolvê-los ainda mais. E que quanto mais praticamos, as dificuldades diminuem, não porque elas realmente diminuem, mas porque nossa capacidade aumenta. Todo mundo já quis ser um super herói quando criança e ter poderes, o livro fará as pessoas se colocarem no lugar dos personagens que passam por isso e viajar nessa louca aventura que é o Projeto 94.


O que o leitor pode esperar da obra? O leitor pode esperar uma história surpreendente, com ação do início ao fim, não guardei tramas ou fiquei enrolando para só no final tudo se desenvolver, a história é eletrizante, quis sempre deixar um gosto de quero mais no fim dos capítulos, para que os leitores ficassem desesperados em saber o que acontece e quis surpreender os leitores em todos os sentidos. Cada capítulo acontece de tudo, como se fosse o último! O livro é repleto de ação, suspense, aventura, tem romance e humor também, é um livro bem completo.


Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Gosto de todos os autores de distopias, Scott Westerfeld, Suzanne Collins, Veronica Roth, James Dashner, Marie Lu, todos. Gosto do “Pittacus Lore”, Nicholas Sparks, John Green, André Vianco, Kerry Drewery, A. G. Holland, Cecelia Ahern, Josh Malerman, Jeanne Ryan, Machado de Assis, José de Alencar, nossa a lista é enorme de autores que me influenciaram, alguns gosto da escrita, da forma como conduz, outros gosto de um livro específico.

Se "Projeto 94" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Breath of Life do Florence + The Machine, escutei muito essa música enquanto escrevia os capítulos e ela me motivava e me inspirava de um jeito incrível, principalmente para escrever as cenas de ação de tirar o fôlego. Mas ainda tem "If God Was Onde Us" da Alanis Morissette, Halsey – “Castle” e The Scene Aesthetic – “Humans”, que é citada no livro. (Para ver a playlist do livro clique aqui)

Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou formado em Publicidade e Propaganda e trabalho como Assistente de Comunicação na ONG Vivenda da Criança, que atende cerca de 4 mil pessoas carentes, em situação de vulnerabilidade social no extremo sul de São Paulo. E paralelo a isso, ainda tenho um Blog Literário, o Vitamina Livros. Mas meu sonho é viver só da escrita! Escrever muitos livros, filmes, séries...

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Eu esperto que vocês leiam o Projeto 94 e se envolvam com a história assim como eu me envolvi. Escrever é minha paixão, minha vida. Fiz com todo o meu amor e dedicação pensando em cada leitor, para tocar cada um de jeito. E agradeço a vocês pela oportunidade de falar sobre esse sonho que está se realizando. Esse é o primeiro livro da trilogia, os próximos já estão escritos e podem esperar muita surpresa e reviravoltas!

Rodrigo Fonseca tem 27 anos e mora em São Paulo - SP.

PARA VISITAR A FAN PAGE DO LIVRO CLIQUE AQUI!

PARA COMPRAR O LIVRO CLIQUE AQUI!

ENTREVISTA COM ANNE N., AUTORA DE MAR DE TUBARÕES

SINOPSE: Ela não sabia nadar, mas saiu da água domando as feras do mar. Ele não conhecia o amor, ela não conhecia a vida. Phillip era uma muralha de gelo, mas Annie com seu amor altruísta vai fazer essa geleira derreter. Uma história de amor que desperta os sentimentos mais intensos e desenterra e enterra os segredos mais obscuros.



Como surgiu a ideia de escrever “Mar de Tubarões”? A ideia surgiu depois de um sonho que eu tive, o mesmo sonho do prólogo, então na mesma época comecei a assistir a série The Red Road com Jason Momoa e fiquei completamente apaixonada pelo personagem dele, ele era um bandido mas que no decorrer da série foi se redimindo. Aí comecei a montar toda a história baseada no sonho e na série. Tanto que o nome é o mesmo do personagem da série e também escolhi Jason Momoa para representar o meu Phillip.



Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Eu comecei a escrever em Junho de 2015, finalizei em dezembro de 2016, mas ainda acho que pode ser aperfeiçoada, então estou na dúvida se volto a alterá-la ou não.

O que o leitor pode esperar de "Mar de Tubarões"? Como todo o romance, tem os seus clichês, mas também tem os segredos que são revelados no decorrer da história e não falta aquela pitada de drama. Tenho tido um bom retorno dos meus leitores no Wattpad.

Qual autor ou autora é seu preferido? Comecei lendo Tolkien, os primeiros livros que comprei foi a trilogia do "O Senhor dos Anéis", foi ele que me apresentou o mundo mágico dos livros.

Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? De certa forma sim, eu sempre tive muitas ideias pra história na cabeça, mas nunca parei para explorá-las, depois de ler bastante eu comecei a fazer rascunhos, e Mar de tubarões começou assim com parágrafos aleatórios no Word. Agora me sinto pronta para passar para o papel as ideias que surgem na minha cabeça.

Se "Mar de Tubarões" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Tem uma música em especial que de certa forma mudou a minha vida, eu a conheci num momento bem crucial pra mim, foi quando também comecei a escrever a história, aí ela virou a trilha de um momento especial de Phillip e Annie. Tem muito a ver com a história, a começar pelo nome: Fjara, que significa praia em Islandês. A música meio que descreve o que Phillip sentia. A banda é da Islândia e se chama Sólstafir.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Seria ótimo poder viver do que se ama fazer, quem sabe um dia, não afasto essa possibilidade. Mas no momento divido meu tempo em escrever e papelada de contabilidade.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Primeiramente quero parabenizar o blog, logicamente, as pessoas por trás dele, que apostam na gente, que dão essa super força, obrigada de coração. Aos leitores, obrigada por deixar que levemos um pouco da nossa loucura e magia pra vocês. Fico extremamente feliz por cada visualização, voto e comentários no Wattpad, em um futuro próximo espero estar com meus tubarões em livro físico, pra isso acontecer preciso da força de todos vocês.

Anne N. tem 29 anos e mora em Manaus - AM.

PARA LER "MAR DE TUBARÕES" CLIQUE AQUI!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

SORTEIO: LIVRO JONATHAN STRANGE E MR. NORRELL - RESULTADO


Já temos o resultado do 1° Sorteio do Blog Vitamina Livros, o ganhador do livro foi 5° inscrito na promoção, como mostra o print a seguir:

E o 5° inscrito, foi Elizeu Cadena!!! Parabéns!!!



quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

RESENHA DO LEITOR: ATRAÍDO

SINOPSE: Drew Evans venceu na vida. Charmoso e arrogante, ele fecha negócios milionários e seduz as mulheres mais lindas de Nova York apenas com seu sorriso. Seus amigos são leais e sua família o apoia. Então porque ele está trancado em seu apartamento há sete dias, terrivelmente deprimido? Ele dirá que está gripado, mas isso obviamente não é verdade. Katherine Brooks é uma mulher linda, inteligente e ambiciosa, que não deixa nada nem ninguém distraí-la de sua busca pelo sucesso. Ela foi contratada pela empresa de investimentos do pai de Drew, o que vira a vida do rapaz de cabeça para baixo: a competição com ela o estressa, sua atração por ela o distrai e suas investidas fracassadas o frustram. Logo quando Drew achava estar próximo de ter tudo aquilo que queria, seu excesso de confiança põe tudo a perder. Será que ele conseguirá enfrentar os contratempos e vencer o verdadeiro desafio de sua vida: o amor?



Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579306907
Ano: 2014
Páginas: 272
Ei gente!! Como vocês estão? Sabe aquele livro que sua amiga/amigo fica assim: “Você tem que ler!”, “Já está em que parte?”, “Tá gostando?” e por fim: “Sabia que ia gostar!” Sabe né? Todo munda já passou por isso. Se ainda não passou vai passar – pode anotar isso ai ;) Pois bem, ATRAÍDO é esse livro e Jessica Caetano é essa AMIGA, rs. Quando minha amiga Jessica, me falou do livro tive que ler, afinal ela era só empolgação. E amiga, OBRIGADA! Atraído não é nenhum lançamento (ele foi lançado em 2014 – 3 anos já!!) e também não li ele agora. Já faz um tempo. Mas livro bom merece ser lembrado sempre não é mesmo?



Não conhecia a Emma Chase; foi um grande prazer conhecer. Porque minha gente, a mulher é BOA. Não, boa é pouco ela é tipo SENSACIONAL! Dona de uma escrita que te prende do começo ao fim. A narrativa do é simples e direta. E o humor? Não tem como ler Atraído sem dá boas gargalhadas! Como falei aÍ em cima, Emma Chase ganha o leitor logo nas primeiras páginas de sua história. Lógico que ganha! É nesse momento que o leitor conhece a personalidade humorada e irreverente de Drew. Drew é nosso narrador (gosto muito de livros narrados por homens, tudo parece mais simples e cômico.) Já falei como o Drew é lindo, inteligente e bem sucedido? É minha gente ele é TUDO ISSO!! E pior sabe que é, ou seja, é um convencido.



Se fosse um romance de época poderíamos falar que ele é um libertino! Mas sendo um romance contemporâneo, podemos classificar nosso amado Drew como o “CARA QUE NÃO QUER COMPROMISSOS”. Só que essa vida mudou. Suas regras amorosas mudaram – não elas foram DESTRUIDAS. O podre rapaz está sofrendo. E sofrendo por AMOR! É amor, aqueles que chegam e bagunçam nossa vida, ou então aquele que sabemos que vai ser para vida toda.    O AMOR DE VERDADE! Sendo o galã que é, Drew começa a narrar sua história contando aos leitores (achei isso muito legal. Ele conversa com a gente!)  que está doente, com dor – doente de amor e com dor no coração. E com toda essa reclamação e um pouco de drama que se cria o grande mistério da história. Pronto! Ela já ganhou nosso coração e embarcamos com tudo na vida desse cara extremamente cativante.


“Quando finalmente resolvi tirar minha bunda da cama, me senti fraco e nauseado. Meu peito e minha cabeça doíam. Viu, é gripe, não é? Não conseguia mais dormir, então me instalei no meu fiel sofá. Estava tão confortável que decidi ficar aqui mesmo. Durante a semana inteira. Assistindo às melhores obras de Will Ferrell na minha TV de plasma”.



Depois de fazer um pouco de drama e charme, Drew resolve que vai nos contar sua história... E tudo começa quando seu pai resolve fazer uma nova contratação para a empresa. Seu pai acabou de contratar a jovem brilhante Katherine. E com todo esse “brilhantismo” o pai (esqueci o nome mesmo. Me desculpa aí minha gente!) do Drew vê na jovem um futuro grandiosa para ambos – empresa e Katherine. Tá Renara e o Drew com isso? Adivinhe só que o papai mandou ser o “tutor” de Kate? Isso mesmo, Drew. E para isso os dois estão obrigados a trabalhar juntos. Kate é determinada, sagaz, integra e lindaextremamente linda e inteligente!  Sempre lutou para alcançar seus objetivos e essa oportunidade não poderia ser melhor. Essa a proximidade toda está deixando Drew desconcentrado. Cada vez mais, ele se vê surpreendido pela forma que Kate mexe com ele. Mas será ele o único afetado por toda essa proximidade?



“Neste momento da minha vida, a minha ideia de conhecer uma mulher consiste em descobrir se ela gosta de lento e doce ou duro e sujo - por cima, por baixo, ou por trás. Mas as interações que tive com Kate são diferentes de qualquer outra mulher. Ela é diferente”.

Vocês já podem imaginar que a convivência entre eles não é a mais fácil.  No começo eles são “cão e gato”. O tempo vai passando e ambos percebem que existe mais que disputa. Eles passam a se ADMIRAR. Kate que não é nenhuma BOBINHA conhece a fama de Drew. E ele por sua vez, sabe que Kate possui algo que os impede de se envolverem. Mas o AMOR... Ah como ele é bandido não é mesmo?  E em meio a todo esse mar de confusão, segredos e conflitos o casal se envolve. E vou falar, eles se envolvem intensamente, apaixonadamente. Sendo um relacionamento voraz até que uma coisa ruim acontece! Voltamos então ao apê do Drew, como ele jurando que não sai de casa a 7 dias porque está resfriado – não sabia que pé na bunda tinha outro nome!



“Nunca suponha nada. Mesmo que ache que sabe de tudo. Mesmo que tenha certeza de que está com a razão. Confirme antes. Aquele clichê ridículo de supor? Está corretíssimo. E se você não tomar cuidado, pode terminar lhe custando a melhor coisa que pode acontecer.”



A maneira como Drew sai de mulherengo convencido para homem apaixonado é lindo! E até doído um pouco. Até achei fofo o jeito dele de sofrer por amor sabe!? Drew se transforma! Ele cresce e amadureci diante da situação complicada que o casal passa.



“Não estou mentindo para você agora, Kate. Mas tudo bem. Faça o que precisa fazer. Me xingue, bata em mim, coloque tudo para fora. Eu aguento. Porque, quanto mais você me afasta, mais eu vou lutar para te provar que é verdade”

É impossível não se encantar por Atraído. Só de ser  toda narrada pelo mocinho já me encantou. Foi como eu falei, a histórica tem um toque diferente quando é narrada por homem. Segundo, Drew é sarcástico e divertido. Fazendo com que sua narração pareça mais uma conversa de sofá. Com ele sentado do nosso lado contando e confessando todos seus sentimentos. É muito divertido isso no livro. Tudo isso faz com que o leitor fique torcemos por um final feliz! Definitivamente ATRAÍDO é uma leitura que vale a pena! E merece cinco vitaminas maravilhosamente bem! Principalmente pelos personagens principais. Atraído poderia muito bem ser um livro único. Pois a autora não deixa pontas soltas. Mas, Emma foi legal e fez uma série composta por 4 livros. E o pessoal da Universo dos Livros  foram bem bacanas por publicar todos! Valeu, vocês merecem um beijo rs!



Conheça abaixo um pouco sobre a série!



Atraído é o primeiro volume da série Tangled, composta pelos livros: Atraído, Enroscado, Domado e Amarrado. Os dois primeiros livros (Atraído e Enroscado) são sobre o Drew e a Kate e o terceiro (Domado) conta a história da Dee-Dee e do Matthew (casal amigo de Drew e Kate) e o último volume Amarrado, temos os dois casais. Todos já lançados aqui no Brasil pelo Universo dos Livros.

VITAMINAS:





RESENHA ESCRITA POR: RENARA CABRAL PEREIRA PAVEZ
24 anos, capixaba e casada. Formada em pedagogia. Amo ler e dar aula. A leitura me faz viajar!