sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

ENTREVISTA COM AMANDA ÁGATHA COSTA, AUTORA DE A ESCOLHIDA

SINOPSE: Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota perdida na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais. Através de sua aparência impecável e feições delicadas, ninguém conseguiria supor quem ela é e o que gosta de fazer: um anjo com sede de sangue, sempre disposta a ceifar novas vítimas. Porém, tudo muda quando é capturada por dois feiticeiros e levada para o círculo, lugar onde eles vivem sob a liderança de Egran, um homem cruel que não mede esforços para conseguir o que quer. Em meio a várias mudanças repentinas, terá de enfrentar suas convicções a fim de descobrir um lado de si mesma que não imaginava existir. Será que o amor vai fazer brotar a alegria em seu coração? Ou ele irá arrastá-la diretamente para a morte? Ari será capaz de finalmente superar o próprio passado sombrio ou sucumbirá a ele, deixando pelo caminho mais um grande rastro de destruição?


Como surgiu a ideia de escrever “A Escolhida”? Foi uma ideia repentina, na verdade. De repente pensei em uma garota que era anjo e que gostava de matar pessoas para saciar o vazio que existia dentro dela. A partir disso fui montando toda a trama.

O que o leitor pode esperar de “A Escolhida”? Muitas revelações, romance, ação e com várias mensagens que servem para todas as idades e todos os momentos da vida. A Escolhida é um livro que traz muitas reflexões, embora seja uma fantasia.

Qual autora ou autor é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Eu gosto muito de Carlos Ruiz Zafón e Colleen Hoover. Os dois escrevem gêneros muito diferentes, mas ambos puxam muito pelo lado reflexivo e mais frágil do ser humano, que são os sentimentos. Eles me inspiram a querer passar a minha visão do mundo para os outros, assim como eles também fazem.

Se “A Escolhida” pudesse ter uma trilha sonora, qual música você escolheria? Muitas músicas do Evanescence, na verdade. A melodia das músicas é mais sombria, o que combina muito bem com a pegada do romance, que oscila entre a luz e a escuridão.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Além de escritora, eu sou professora de educação infantil.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Espero que vocês possam conhecer meus livros e que gostem das mensagens que tento passar nas minhas obras. Que elas sirvam, de alguma forma, para fazê-los refletir sobre tudo o que nos acontece. Grande beijo!

Amanda Ágatha Costa mora em São João Batista - SC.

PARA COMPRAR "A ESCOLHIDA" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: