terça-feira, 17 de janeiro de 2017

ENTREVISTA COM MARIANA RAMOS, AUTORA DE A BELEZA DE UM CACTO

SINOPSE: A Beleza de um Cacto é uma novela de drama que nos apresenta a história de Amanda, uma jovem que conheceu muito cedo o inferno na terra e, apesar de ser inteligente e ter um temperamento forte, terá que enfrentar traumas do passado e medos do presente na esperança de que, com isso, possa salvar seu futuro. Contará, mesmo que não esperando, com a ajuda de Pedro, um rapaz que aprendeu com a vida que nem tudo é o que parece ser. Não se trata de mais um romance onde tudo é colorido, tampouco é um livro de autoajuda, embora possa marcar sua vida. Aos que resolverem se aventurar por estas páginas, sejam bem-vindos.


Como surgiu a ideia de escrever A Beleza de um Cacto? Na época, eu participava de um grupo no Facebook que fazia desafios semanais de produção de contos. Um dos desafios era escrever um conto de drama, em primeira pessoa, contendo a descrição de uma planta em algum momento dele. Eu queria uma planta que não fosse previsível, para não correr o risco de ficar muito parecida com a história de nenhum dos outros colegas. Acabei optando por usar o cacto e partindo desta planta para desenvolver as características emocionais da personagem. As ideias foram fluindo e o conto, que era para ter no máximo 10 páginas, acabou virando uma novela de mais de 100 páginas.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Aí depende do que você chama de pronta. Para colocar no papel as ideias? Uma semana por capítulo. Entretanto, depois disso veio a parte de lapidar a história final. Teve também a revisão feita pela editora, que levou mais algumas semanas, diagramação, capa... Sem falar na pesquisa feita antes e durante a produção. Se juntarmos tudo, sem contar os hiatos, daria 6 meses corridos. Contando os hiatos entre produzir a obra, enviar e ser aprovada pela editora, começar a revisão com eles e todo o resto, deu mais de 01 ano.

O que o leitor pode esperar de “A Beleza de um Cacto”? A obra toca cada pessoa que a lê de uma forma diferente. É um drama/romance com um tema forte, sério e relevante, mas que não é feito só de choros. A Beleza de um Cacto deixa espaço também para momentos de risadas, para sonhar, suspirar, para aprender e para querer esganar determinado personagem. Temos uma protagonista de personalidade bem forte, que não é fã de fazer drama por qualquer coisa. Duas escolhas lhe são apresentadas e nenhuma delas pode realmente ser considerada boa, mas ela terá que optar mesmo assim e lidar com as consequências de tal decisão. Acredito que o leitor possa esperar uma experiência única, como é cada história que optamos por trazer para nossos corações.


Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Adoraria poder responder essa pergunta de forma precisa, mas a verdade é que não tenho autor(a) favorito(a), tenho momentos em que estou mais encantada por uns ou por outros. Gosto tanto de clássicos quanto contemporâneos, então varia de acordo com o estilo de livro que eu esteja me afeiçoando mais naquele determinado período. Na época em que escrevi A Beleza de um Cacto, eu estava em um momento "Colleen Hoover"; ou seja, estava em uma fase na qual queria ler todos os livros da autora, por considerar que ela consegue trabalhar temas profundos de uma maneira leve e envolvente, capaz de atingir leitores de todas as idades... Acredito que, de certa forma, aquelas leituras acabaram influenciando no tema que optei por abordar e na forma de fazê-lo. Não estou dizendo que escrevo como ela, nada disso... Estou dizendo apenas que, em algum nível, seja consciente ou inconsciente, aquelas leituras influenciaram algumas das minhas decisões. Talvez, se eu estivesse em um momento "Stephen King" quando surgiu o desafio que comentei na pergunta 01, a história tivesse sido bem diferente, o cacto poderia ter sido usado para dar base a uma arma e não à personalidade da protagonista. Quem sabe o que iria sair? rs

Se “A Beleza de um Cacto” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Eu não coloquei uma trilha sonora no livro de forma proposital. Acredito que cada pessoa é tocada de forma diferente pela música. Embora eu tenha as que mais me lembram cada personagem ou cena, preferi deixar para o leitor fazer a associação que preferir, aquela que vá ter mais significado para ele.

Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Eu sou revisora e também trabalho fazendo análises críticas e copydesk.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Primeiramente, gostaria de agradecer por terem lido esta entrevista até aqui, por terem gastado um pouquinho do tempo de vocês para conhecer mais sobre mim e a minha obra. Convido aqueles que ainda não leram A Beleza de um Cacto a descobrir os mistérios dessa história. Aos que já compraram junto à editora Arwen ou leram a obra e deixaram comentários na história enquanto ela ficou disponível gratuitamente no wattpad, muito obrigada! Um agradecimento todo especial àqueles leitores que enviaram mensagens para mim, seja no privado do Facebook ou no privado no wattpad, contando sobre suas histórias pessoais e sobre como se sentiram durante e após o término da leitura. Muito obrigada mesmo por confiarem em mim a tal ponto. Vocês me fizeram chorar, por vezes de soluçar, de tristeza e alegria ao mesmo tempo (se é que isso é possível), com suas palavras. Por causa de vocês tenho certeza de que, independente do que venha pela frente, já valeu a pena ter escrito esse livro. Para finalizar, digo a todos que não desistam de seus sonhos. Não importa a idade ou o quão difícil pareça, nunca é tarde para dar o primeiro passo em direção a eles. Um ótimo dia, repleto de leituras maravilhosas para todos.

Mariana Ramos tem 33 anos e mora no Rio de Janeiro - RJ.

PARA COMPRAR "A BELEZA DE UM CACTO" CLIQUE AQUI!

2 comentários:

Comente com o Facebook: