quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

RESENHA DO LEITOR: ATRAÍDO

SINOPSE: Drew Evans venceu na vida. Charmoso e arrogante, ele fecha negócios milionários e seduz as mulheres mais lindas de Nova York apenas com seu sorriso. Seus amigos são leais e sua família o apoia. Então porque ele está trancado em seu apartamento há sete dias, terrivelmente deprimido? Ele dirá que está gripado, mas isso obviamente não é verdade. Katherine Brooks é uma mulher linda, inteligente e ambiciosa, que não deixa nada nem ninguém distraí-la de sua busca pelo sucesso. Ela foi contratada pela empresa de investimentos do pai de Drew, o que vira a vida do rapaz de cabeça para baixo: a competição com ela o estressa, sua atração por ela o distrai e suas investidas fracassadas o frustram. Logo quando Drew achava estar próximo de ter tudo aquilo que queria, seu excesso de confiança põe tudo a perder. Será que ele conseguirá enfrentar os contratempos e vencer o verdadeiro desafio de sua vida: o amor?



Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579306907
Ano: 2014
Páginas: 272
Ei gente!! Como vocês estão? Sabe aquele livro que sua amiga/amigo fica assim: “Você tem que ler!”, “Já está em que parte?”, “Tá gostando?” e por fim: “Sabia que ia gostar!” Sabe né? Todo munda já passou por isso. Se ainda não passou vai passar – pode anotar isso ai ;) Pois bem, ATRAÍDO é esse livro e Jessica Caetano é essa AMIGA, rs. Quando minha amiga Jessica, me falou do livro tive que ler, afinal ela era só empolgação. E amiga, OBRIGADA! Atraído não é nenhum lançamento (ele foi lançado em 2014 – 3 anos já!!) e também não li ele agora. Já faz um tempo. Mas livro bom merece ser lembrado sempre não é mesmo?



Não conhecia a Emma Chase; foi um grande prazer conhecer. Porque minha gente, a mulher é BOA. Não, boa é pouco ela é tipo SENSACIONAL! Dona de uma escrita que te prende do começo ao fim. A narrativa do é simples e direta. E o humor? Não tem como ler Atraído sem dá boas gargalhadas! Como falei aÍ em cima, Emma Chase ganha o leitor logo nas primeiras páginas de sua história. Lógico que ganha! É nesse momento que o leitor conhece a personalidade humorada e irreverente de Drew. Drew é nosso narrador (gosto muito de livros narrados por homens, tudo parece mais simples e cômico.) Já falei como o Drew é lindo, inteligente e bem sucedido? É minha gente ele é TUDO ISSO!! E pior sabe que é, ou seja, é um convencido.



Se fosse um romance de época poderíamos falar que ele é um libertino! Mas sendo um romance contemporâneo, podemos classificar nosso amado Drew como o “CARA QUE NÃO QUER COMPROMISSOS”. Só que essa vida mudou. Suas regras amorosas mudaram – não elas foram DESTRUIDAS. O podre rapaz está sofrendo. E sofrendo por AMOR! É amor, aqueles que chegam e bagunçam nossa vida, ou então aquele que sabemos que vai ser para vida toda.    O AMOR DE VERDADE! Sendo o galã que é, Drew começa a narrar sua história contando aos leitores (achei isso muito legal. Ele conversa com a gente!)  que está doente, com dor – doente de amor e com dor no coração. E com toda essa reclamação e um pouco de drama que se cria o grande mistério da história. Pronto! Ela já ganhou nosso coração e embarcamos com tudo na vida desse cara extremamente cativante.


“Quando finalmente resolvi tirar minha bunda da cama, me senti fraco e nauseado. Meu peito e minha cabeça doíam. Viu, é gripe, não é? Não conseguia mais dormir, então me instalei no meu fiel sofá. Estava tão confortável que decidi ficar aqui mesmo. Durante a semana inteira. Assistindo às melhores obras de Will Ferrell na minha TV de plasma”.



Depois de fazer um pouco de drama e charme, Drew resolve que vai nos contar sua história... E tudo começa quando seu pai resolve fazer uma nova contratação para a empresa. Seu pai acabou de contratar a jovem brilhante Katherine. E com todo esse “brilhantismo” o pai (esqueci o nome mesmo. Me desculpa aí minha gente!) do Drew vê na jovem um futuro grandiosa para ambos – empresa e Katherine. Tá Renara e o Drew com isso? Adivinhe só que o papai mandou ser o “tutor” de Kate? Isso mesmo, Drew. E para isso os dois estão obrigados a trabalhar juntos. Kate é determinada, sagaz, integra e lindaextremamente linda e inteligente!  Sempre lutou para alcançar seus objetivos e essa oportunidade não poderia ser melhor. Essa a proximidade toda está deixando Drew desconcentrado. Cada vez mais, ele se vê surpreendido pela forma que Kate mexe com ele. Mas será ele o único afetado por toda essa proximidade?



“Neste momento da minha vida, a minha ideia de conhecer uma mulher consiste em descobrir se ela gosta de lento e doce ou duro e sujo - por cima, por baixo, ou por trás. Mas as interações que tive com Kate são diferentes de qualquer outra mulher. Ela é diferente”.

Vocês já podem imaginar que a convivência entre eles não é a mais fácil.  No começo eles são “cão e gato”. O tempo vai passando e ambos percebem que existe mais que disputa. Eles passam a se ADMIRAR. Kate que não é nenhuma BOBINHA conhece a fama de Drew. E ele por sua vez, sabe que Kate possui algo que os impede de se envolverem. Mas o AMOR... Ah como ele é bandido não é mesmo?  E em meio a todo esse mar de confusão, segredos e conflitos o casal se envolve. E vou falar, eles se envolvem intensamente, apaixonadamente. Sendo um relacionamento voraz até que uma coisa ruim acontece! Voltamos então ao apê do Drew, como ele jurando que não sai de casa a 7 dias porque está resfriado – não sabia que pé na bunda tinha outro nome!



“Nunca suponha nada. Mesmo que ache que sabe de tudo. Mesmo que tenha certeza de que está com a razão. Confirme antes. Aquele clichê ridículo de supor? Está corretíssimo. E se você não tomar cuidado, pode terminar lhe custando a melhor coisa que pode acontecer.”



A maneira como Drew sai de mulherengo convencido para homem apaixonado é lindo! E até doído um pouco. Até achei fofo o jeito dele de sofrer por amor sabe!? Drew se transforma! Ele cresce e amadureci diante da situação complicada que o casal passa.



“Não estou mentindo para você agora, Kate. Mas tudo bem. Faça o que precisa fazer. Me xingue, bata em mim, coloque tudo para fora. Eu aguento. Porque, quanto mais você me afasta, mais eu vou lutar para te provar que é verdade”

É impossível não se encantar por Atraído. Só de ser  toda narrada pelo mocinho já me encantou. Foi como eu falei, a histórica tem um toque diferente quando é narrada por homem. Segundo, Drew é sarcástico e divertido. Fazendo com que sua narração pareça mais uma conversa de sofá. Com ele sentado do nosso lado contando e confessando todos seus sentimentos. É muito divertido isso no livro. Tudo isso faz com que o leitor fique torcemos por um final feliz! Definitivamente ATRAÍDO é uma leitura que vale a pena! E merece cinco vitaminas maravilhosamente bem! Principalmente pelos personagens principais. Atraído poderia muito bem ser um livro único. Pois a autora não deixa pontas soltas. Mas, Emma foi legal e fez uma série composta por 4 livros. E o pessoal da Universo dos Livros  foram bem bacanas por publicar todos! Valeu, vocês merecem um beijo rs!



Conheça abaixo um pouco sobre a série!



Atraído é o primeiro volume da série Tangled, composta pelos livros: Atraído, Enroscado, Domado e Amarrado. Os dois primeiros livros (Atraído e Enroscado) são sobre o Drew e a Kate e o terceiro (Domado) conta a história da Dee-Dee e do Matthew (casal amigo de Drew e Kate) e o último volume Amarrado, temos os dois casais. Todos já lançados aqui no Brasil pelo Universo dos Livros.

VITAMINAS:





RESENHA ESCRITA POR: RENARA CABRAL PEREIRA PAVEZ
24 anos, capixaba e casada. Formada em pedagogia. Amo ler e dar aula. A leitura me faz viajar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: