quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

ENTREVISTA COM R. S. FERREIRA, AUTOR DE O SENHOR DAS ÁGUAS E AS PEDRAS DA PERDIÇÃO

SINOPSE: Pedro se considerava um simples ferreiro de Caën, morador de uma pequena cidade pacata ao norte de Velÿ. Vivia confortavelmente em sua casa e raramente aventurava-se para outras regiões, principalmente se tratando de novas aventuras. Sua ira pelos elfos era inexplicável, sobretudo quando ouvia as mais diversas histórias das impetuosas guerras que aconteceram no passado. Mas sua felicidade é perturbada, quando um sujeito misterioso aparece no jardim de sua casa, dando a ele a missão de destruir as pedras da perdição, criadas pelo mago Cesarem. Elas possuem uma maldição terrível, transfigurando a todos os que se atreverem a toca-la livremente. Mas ele não estará sozinho nesta expedição, sobretudo quando ele se depara com os membros da sociedade da prata, escolhidos exclusivamente pelo Senhor das Águias. Diversas charadas terão que ser desvendadas, somente através de suas respostas, conseguirão localizar as pedras que estão adormecidas. Mas coisas terríveis acontecerão em seu caminho, tentando impedir que as pedras sejam encontradas. Embarque nessa emocionante aventura onde elfos e anões, centauros e hipogrifos se unirão para destruir o mal que invadiu todo o mundo de Aldiroön.


Como surgiu a ideia de escrever “O Senhor das Águias e As Pedras da Perdição”? Tudo começou em uma madrugada em que eu não conseguia dormir. As idéias borbulharam em minha mente, ao ponto de me levantar no dia seguinte e começar a escrever. Claro que naquela madrugada não me veio toda a história, apenas o prólogo e no nome dos principais personagens. Mas ao longo do tempo, a história foi se amadurecendo e ganhando novos caminhos.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Demorou três anos, para colocar tudo no papel.

O que o leitor pode esperar do seu livro “O Senhor das Águias e As Pedras da Perdição”? Acredito que o leitor ficará pressionado com está história. Eu tentei me espelhar nos livros de Tolkien e Lewis, inclusive agora que estou lendo os livros do Martin. Está me ajudando muito nas descrições das batalhas e das guerras que acontecem no mundo de Aldiroön. Muitas surpresas irão acontecer no decorrer da história, principalmente por se tratar de um livro de fantasia e aventura. Tentei resgatar algumas criaturas que são citadas na história de Tolkien, mas também criei alguns personagens que ninguém ouviu falar, como por exemplo, os Elanfös.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Tolkien, Lewis e Martin. Todos eles me inspiraram de uma certa maneira, já que eu sou fascinado por fantasia.

Se “O Senhor das Águias e As Pedras da Perdição” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Eu nunca parei para pensar sobre isso. Talvez a trilha sonora de Game of Thrones ou The Last Goodbye.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou psicólogo também.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Não espero escrever como Tolkien ou Martin, porque cada um tem seu jeito e modo de se expressar. Mas espero que eu consiga passar a mesma essência que os dois passaram ao longo de suas histórias. Espero que vocês gostem de Aldiroön e dos meus personagens. Se você ainda não conhece a minha história, te convido a ler algumas partes que estão disponíveis na wattpad. Já estou vendendo também na Amazon e na Saraiva em formato digital. Para os apaixonados por livros de fantasia e aventura, o Senhor das águias foi feito para você. Boa leitura a todos.

Rafael da Silva Ferreira nasceu no dia 2  de setembro de 1989, na cidade de Alfenas, no interior de Minas Gerais. Quando tinha 18 anos, começou a desenvolver vídeos e a trabalhar com informativos no movimento Aliança de Misericórdia em Alfenas. Alguns anos depois, começou a escrever em seu blog, levando entretenimento para  seus leitores. Trabalhou de projetista durante quatro anos, em uma empresa terceirizada da Cemig. Durante cinco anos cursou o bacharelado de Psicologia na Universidade José do Rosário Vellano. Nesse  período, surgiu o seu primeiro livro O Senhor das Águias e As Pedras da Perdição, que levou  três anos para ser finalizado.

PARA LER "O SENHOR DAS ÁGUIAS E AS PEDRAS DA PERDIÇÃO" NO WATTPAD CLIQUE AQUI!

PARA COMPRAR "O SENHOR DAS ÁGUIAS E AS PEDRAS DA PERDIÇÃO" NA AMAZON CLIQUE AQUI!

PARA COMPRAR "O SENHOR DAS ÁGUIAS E AS PEDRAS DA PERDIÇÃO" NA SARAIVA CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: