sexta-feira, 31 de março de 2017

RESENHA DO LEITOR: A MAGIA

SINOPSE: O novo livro de Rhonda Byrne, autora do fenômeno mundial O segredo. Uma palavra muda tudo. Durante mais de vinte séculos, as palavras de um texto sagrado foram mal interpretadas, intrigando e confundindo quase todos os que as leram. Poucos ao longo da história perceberam que se tratava de um enigma... e que, assim que você o solucionasse – assim que desvendasse o mistério –, um novo mundo surgiria diante dos seus olhos. Em A Magia, Rhonda Byrne revela este conhecimento revolucionário ao mundo. Em uma incrível jornada de 28 dias, ela ensina como aplicá-lo à sua vida cotidiana. Não importa quem você seja, onde esteja e quais as suas atuais circunstâncias, A Magia irá mudar toda a sua vida!




Oi minha gente!!! Espero que tenham gostado da resenha do livro O Segredo e O Poder. E chega ao final a saga sobre o poder do Universo, Rhonda Byrne, enlaça neste livro um quase resumo de tudo o que é necessário para se ter uma vida maravilhosa. Cheia de coisas boas. Greisi, mas você usa o segredo? Olha, eu tento! Já usei há algum tempo atrás de forma mais regrada. Depende muito da fase em que estamos vivendo, mas digamos que o Universo ouve bastante a tudo o que peço ou simplesmente penso e como se diz: Cuidado com os seus desejos, você pode ser atendido. Eu amo muito essa temática e acredito que dê nova visão ao que está a nossa volta e nossa percepção a tudo que está acontecendo ou o que virá a acontecer. Nossa imaginação, ou seja o que pensamos já está criando o nosso futuro, assim como em O Segredo:


Não foram muito resenhas, mas sim uma quase dica para ler esses livros. Em A Magia, caso você tenha gostado dos dois livros antecedentes. É a última fase para melhor entendimento do poder do Universo. É necessário um pouco de paciência, pois o livro traz várias dicas e ensinamentos que deverão ser feitos na prática para melhor atrair positividade, amor, alegria, ou seja, plenitude em sua vida. Em A Mágia você é convidado é passar por um processo de materialização das coisas que acontecem em sua vida, como já disse é a continuação de todo o aprendizado dos livros: O Segredo e O Poder. Exercícios diários de como se tornar mais grato aos acontecimentos e também como modificar os seus sentimentos. Como melhorar seu relacionamento com alguém de quem se afastou. Como você pode lembrar-se das bênçãos e coisas boas que lhe aconteceram.


Como você já sabe que deverá pensar positivamente, fazer as coisas com amor e assim alcançar a gratidão por todas as coisas que você tem, agora você pode administrar com mais confiança esse segredo. Visualizando sua vida, materializando os seus sonhos com mais segurança. Afinal, é um processo. Não dá para ser feito de um dia para o outro é uma construção do entendimento do poder do Universo e principalmente o poder que há dentro de cada um de nós. Existem algumas versões de livros da explicação do Segredo – Lei da Atração, em uma visão mais psicológica e também sites, páginas no Youtube, ensinam como visualizar seus desejos de forma pratica, é um mundo. Caso queiram explorar. Espero que tenha gostado desse Universo. Até a próximaaa!!!


VITAMINAS:




RESENHA ESCRITA POR: GREISI SILVA
28 anos, administradora e artesã nas horas vagas, apaixonada por leitura e artes, não vivo sem música, poesia e cinema. Descobri que viajar é preciso e comer pipoca é fundamental para se ter boas ideias.

ENTREVISTA COM CAROLINE DEFANTI, AUTORA DA TRILOGIA IRMANDADE DA COPRA

SINOPSE A IRMANDADE – VOLUME 1: Em um futuro longínquo, a quase extinção do ser humano fez com que os poucos que restaram lutassem pela sobrevivência em colônias extraterrestres. Entretanto, alienígenas se apossam da Terra e a curam, mas os homens desejam ter seu planeta e vidas de volta. Mas os seres não parecem dispostos a abrir mão de seu novo lar. Por isso, os homens criam novos soldados, uma raça nova capaz de combater essas criaturas e recuperar o planeta. Assim nasce a Irmandade de Copra.


SINOPSE JOGOS DE LIDERANÇA – VOLUME 2: A Irmandade de Copra está com problemas. Enquanto Aeris vive com Dakarai e os Copranos, aprendendo a amar o seu estilo de vida, a respeitar a deusa Copra e a viver na Terra, como seus ancestrais haviam feito antes de destruí-la, a Irmandade enfrenta uma fase difícil, onde planos sombrios são traçados. Anos depois do seu desaparecimento, Aeris volta a ter contato com um dos Irmãos e descobre algo terrível: A Irmandade não é mais o que era antes. Os Irmãos estão em um jogo perigoso que mistura astúcia, trapaça e Dádivas. A liderança é o prêmio, os rivais têm suas cartas na manga e o maior medo de Aeris, Dakarai e todo o povo Coprano pode se tornar real. Com a ajuda do estrategista Chess e seus Irmãos, Aeris vai precisar de muita coragem e inteligência para vencer esses Jogos de Liderança.


Como surgiu a ideia de escrever “Irmandade de Copra”? Como leitora – porque, afinal, todo escritor é e sempre será um leitor –, eu gosto de livros que me passem alguma mensagem, que me ensinem alguma coisa e/ou que me emocionem – foi o que aconteceu quando li obras de Terry Pratchett, Neil Gaiman, Isaac Asimov, Tolkien e outros. Então, como escritora, passei a querer fazer a mesma coisa – ou, pelo menos, tentar. Tento sempre transmitir mensagens aos leitores através das histórias que eu escrevo – sejam livros ou contos. Normalmente, a história gira ao redor de alguma ideia principal que eu quero passar. E com a Irmandade de Copra não é diferente, tem uma mensagem que eu quero passar ao leitor usando essa relação entre os Irmãos e o ser humano com os Copranos e a Terra – espero ser competente o bastante para isso, pelo menos. E, como eu sempre fui muito fã de ficção científica e fantasia, o resultado foi esse universo da Irmandade de Copra – por enquanto, porque tem outros.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Normalmente, eu planejo toda a história – o que costuma levar alguns meses – e crio o perfil dos personagens principais antes de começar a escrever de fato – sou do tipo que precisa saber exatamente sobre o que está escrevendo, não consigo sair criando a história enquanto crio o texto em si. Comecei a escrever a Irmandade de Copra quando tinha dezesseis anos e terminei aos dezoito – depois de revisar umas quinhentas vezes.

O que o leitor pode esperar de “Irmandade de Copra”? Essa provavelmente é uma das perguntas mais cruéis e difíceis que podem me fazer, porque eu sou realmente péssima em autopromoção – de verdade, eu não sei falar sobre os atributos das minhas histórias sem entregar a história em si, o que não é legal e a maioria não gosta. Então, para essa pergunta, terei a ousadia de responder que o leitor pode esperar o que já é óbvio na sinopse: uma história do conflito entre duas espécies diferentes que querem a mesma coisa.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles, de alguma maneira, te inspiraram a escrever? Eu até hoje não conheci nenhum autor ou escritor – digo um ou outro porque, para mim, são diferentes – que não fosse inspirado pelos seus ídolos literários – alguns até afirmaram que não eram inspirados ou influenciados, mas eu francamente acho que não é verdade, porque sinceramente penso que isso não é possível. Sempre que gosto de alguma história que leio, eu fico automaticamente inspirada, porque aquela história me fez sentir tão bem, que fico com vontade de fazer o mesmo por outras pessoas. Então, sim, há histórias e escritores que me inspiram muito, como: Issac Asimov, Neil Gaiman, Terry Pratchett, J. R. R. Tolkien, Pierce Brown (Brown é um escrito bem novo no mercado), Patrick Rothfuss, Júlio Verne e muitos outros.

Se “Irmandade de Copra” pudesse ter uma trilha sonora, qual música você escolheria? Eu já perdi as contas de quantos autores e escritores criam listas de músicas, dizendo que foram as que eles ouviram enquanto escreviam. Mas eu não gosto de fazer isso. Quando estou escrevendo, prefiro fazer isso em silêncio e totalmente focada no texto. Se começo a escutar alguma música, principalmente se for alguma que eu gosto, acabo perdendo o foco e esquecendo o que estou escrevendo – e aí o texto não ficará do jeito que eu acho que deve ficar. Então, eu escuto muito músicas antes de começar a escrever – ou em qualquer outro momento, na verdade. A música me faz ter vontade de escrever. Então, a música que eu escolheria – acho que a palavra “escolher” nem é a mais adequada – como trilha sonora da Irmandade de Copra seria Orchard of Mines, da banda Globus.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Seria maravilhoso poder dizer que sigo carreira como escritora, mas infelizmente eu não estou nesse nível – tenho que comer muito feijão com arroz para isso ainda. Por enquanto, eu estou fazendo faculdade, sou revisora de livros e é isso aí.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Tudo o que nós, autores e escritores, fazemos é para vocês. Então, não parem de ler nunca.

Caroline Defanti tem 24 anos e mora em Niterói - RJ.

PARA COMPRAR OS DOIS VOLUMES DE "IRMANDADE DA COPRA" CLIQUE AQUI!

PARA COMPRAR O VOLUME 1 DE "IRMANDADE DA COPRA" CLIQUE AQUI!

PARA COMPRAR O VOLUME 2 DE "IRMANDADE DA COPRA" CLIQUE AQUI!

PARA LER O VOLUME 1 DE "IRMANDADE DA COPRA" NO SKOOB CLIQUE AQUI!

PARA LER O VOLUME 2 DE "IRMANDADE DA COPRA" NO SKOOB CLIQUE AQUI!

quinta-feira, 30 de março de 2017

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: PROJETO 94

SINOPSE: Jake é um jovem prodígio nas corridas devido a sua velocidade fora do comum. É justamente isso que o faz ficar intrigado: como pode correr tanto, a ponto de seus pés mal tocarem o chão? Quando Jake começa a ter estranhos sonhos, as peças deste misterioso quebra-cabeças vão se encaixando e ele embarca em uma aventura em busca de respostas que justifiquem sua alta performance. Filho do renomado cientista Evan Sturguess, dono da clínica Genetic Corporation, Jake vive uma relação conflituosa com o pai, desde a morte da sua mãe. Além dessa grande distância emocional, Jake descobrirá da forma mais dura possível, como alguns segredos podem nos afastar das pessoas e até mesmo mudar nossas vidas para sempre. Jennifer é outra jovem que vê sua vida mudar de repente, observando incomuns acontecimentos envolvendo o poder de sua mente e instintivamente ligando isso a um cartão recebido na infância: um cartão da Clínica Genetic. Projeto 94 é uma aventura onde cinco jovens viverão uma história com mortes, cobiça, paixões, muita adrenalina e emoção. O que é o projeto? Qual seu objetivo?


Olá gente! Essa Primeiras Impressões será um pouco diferente.  Como? Vou explicar... Nosso amigo e "chefinho" (brincadeira hahaha) no blog é o autor do livro Projeto 94 que foi lançado recentemente, sendo assim, resolvemos meio que fazer uma surpresa. Então eu (Renara), Carol, Greisi e Milla, vamos juntas escrever o texto. Bora lá?
O primeiro capítulo é narrado por Jake (no decorrer do texto vocês irão conhecer ele melhor). Ele é um jovem rapaz atleta. E por uma obra de um determinado acontecimento que envolve a empresa de seu pai, o mesmo se vê cada vez mais rápido. Não bastasse essa mudança toda, o próprio Jake tem que se  entender com uma namorada "pé no saco". Já no segundo capítulo somos apresentados a Jennifer, uma jovem órfã de pai que vive com a mãe e sua irmã Sally. Elas vivem com certa dificuldade, pois o pai falecido deixou ambas na pindaíba. As dívidas aparecem "do nada". Durante o capítulo o leitor pode entender mais desse sonho que tem ligação direta ao que aconteceu com Jake na infância e de quebra envolve não só Jennifer e Jake, como mais três pessoas. Ainda podemos observar que Jennifer e Sally possuem uma ligação muito linda! No capítulo podemos observar o cotidiano da vida da personagem e entender mais sobre o tal sonho.


No terceiro capítulo o leitor percebe que Jake é um garoto com a vida conturbada e como se não bastasse seu relacionamento ruim com seu pai e sua estranha velocidade acima da média, agora ele também tem que lidar com uma ex-namorada perseguidora e psicótica. Mas nada disso o preocupa tanto quanto o interesse repentino de seu pai em seus treinos e os esforços que ele tem feito parar manter sua velocidade anormal escondida. O pai de Jake e seu treinador estão fazendo de tudo para que ele acredite que não há nada de errado com sua velocidade, que assim como outros grandes recordes, ele é apenas um ponto fora da reta. Para Jake as coisas não são tão simples assim, seus sonhos frequentes sobre laboratórios criam dúvidas que nem ele mesmo pode controlar. Com a mente ainda turbulenta em relação se deve ou não confiar em seu pai ele quase atropela uma garota. Emily é, provavelmente a garota mais bonita do mundo, mas com a ex-namorada causando problemas e uma fama de pegador que o precede, ter uma chance com ela pode não ser a coisa mais fácil do mundo.


No quarto capítulo vemos que já Jennifer tem problemas maiores. Depois da tentativa de assalto ela teve uma pequena visão do que é capaz de fazer e as perguntas de sobre como isso é possível ficam cada vez mais difíceis de serem resolvidas. Apesar disso ela tem uma pista, um cartão postal que pode levá-la exatamente para o lugar onde suas respostas estão, a Genetic. Jennifer descobre que sua mãe trabalhou para o dono do laboratório e que durante esse tempo, eles pediram a autorização de sua mãe para testar algum tipo de remédio infantil nela, sem danos e sem efeitos colaterais, eles disseram. A garota sabe que essa não é a verdade, que no dia daquele teste não foi um remédio que foi testado e sim algo que a tornou capaz de hipnotizar as pessoas. Ela também tem sonhos a respeito disso e não vai desistir de descobrir o que esta acontecendo com ela. 


Como não posso estragar nada, serei bem sucinta dessa vez, gente! Jake está se preparando para uma corrida muito importante em sua cidade. É a corrida Anual Independence, geralmente participam muitas pessoas, talvez o grande atrativo fosse o prêmio em dinheiro. Mas Jake continua preocupado com a Genetic – empresa do seu pai, e ainda quer descobrir o mistério por trás dos seus experimentos. Como a Genetic é do pai de Jake, ele aproveita desse “privilégio” e tenta ter acesso a alguns documentos da sala de seu pai, dribla a segurança e consegue entrar na sala. Sua desconfiança só aumenta porque ele realmente está prestes a descobrir o que foi feito com os jovens ainda na infância. 


Mas, Rodrigo, você está fazendo um jogo com a gente garoto? Pelo amor-de-Deus, me diga o que vai acontecer, nunca te pedi nada! Sinto cheiro de volume dois, por aí!!!! Bom pessoal, vamos parar por aqui! Se você ainda não leu o livro do nosso amigo se liga nas maneiras de comprar:

PARA COMPRAR PELO SITE DA EDITORA CLIQUE AQUI!

REDES SOCIAIS DO AUTOR: FACEBOOK - INSTAGRAM - TWITTER

REDES SOCIAIS DO LIVRO: FACEBOOK - TWITTER - CANAL NO YOUTUBE


Espero que você tenha gostado da surpresa Rodrigo e vocês que estão nos lendo também! Beijos com muito amor de todas nós!


ESCRITO POR: 

RENARA CABRAL PEREIRA PAVEZ
24 anos, capixaba e casada. Formada em pedagogia. Amo ler e dar aula. A leitura me faz viajar!

CAMILLA CARLA
Paranaense, 18 anos, artesã, apaixonada por livros, séries e filmes, encantada por músicas clássicas, fascinada por artes marciais e apreciadora de café.

CAROLINA SIQUEIRA
Carol Siqueira, 20 anos, é estudante de Odontologia pela Universidade Positivo e quando não está deixado o sorriso das pessoas mais bonito, ela passa seu tempo lendo histórias sobre criaturas mágicas, que eventualmente se apaixonam, ou escrevendo algum resumo bobo na varanda de sua casa e não perde a oportunidade de adicionar mais um livro a sua coleção de preferidos.

GREISI SILVA
28 anos, administradora e artesã nas horas vagas, apaixonada por leitura e artes, não vivo sem música, poesia e cinema. Descobri que viajar é preciso e comer pipoca é fundamental para se ter boas ideias.

RESPOSTA DO AUTOR: Meninas, como não amar essas blogueiras lindas? Muito obrigado pela surpresa! Me emocionaram e me deixaram muito feliz com as palavras! Sou grato por ter vocês comigo no blog, sou grato pelo nosso time tão unido e amigo. Vocês são incríveis e quero tê-las comigo para sempre. Admiro cada uma e sou fã! Obrigado mesmo!!! Adoro vocês! Beijos!

ENTREVISTA COM JÉSSICA RIBEIRO, AUTORA DE CRÔNICAS DOS SNAY

SINOPSE: Jennifer tem quinze anos e enfrenta pesadelos recorrentes, que ela não consegue decifrar. Para piorar, sua vida não é como a de uma adolescente normal — seus pais adotivos não se entendem e seu irmão não interage com a família. Assim, ela busca refúgio, todas as noites, no térreo do prédio. Um dia, após presenciar uma nova discussão dos pais, tentando fugir da sua realidade, Jenni corre para seu porto seguro. Ela apenas não esperava que seria  o próximo alvo de alienígenas que assolaram a Cidade do México naquela manhã. A garota terá que lutar por sua sobrevivência e a dos moradores do prédio numa batalha contra indivíduos vestidos com armaduras prateadas. E esse episódio a fará embarcar numa aventura inimaginável transportando-a para um mundo místico, diferente de tudo o que ela conheceu no planeta Terra. Nessa jornada, ela contará com a ajuda de um Guardião. Juntos precisarão fugir da polícia e de agentes alienígenas que pretendem matá-los. Terra é um primoroso representante do gênero de fantasia: repleto de ação, elementos místicos e personagens com poderes especiais.


Como surgiu a ideia de escrever “Crônicas dos Snay”? Sempre curti muito livros de fantasia! E desde os meus dez anos sempre quis escrever um livro e a ideia tomou forma depois que li/assisti Eu sou o número Quatro da série Legados de Lorien. Acabei me apaixonando por alienígenas com superpoderes.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Demorei 7 meses para escrever o primeiro livro, porém, escrevi tudo a mão num caderno. E aí, em um ano eu consegui digitalizar tudo para o Word! (essa demora se deve ao fato de eu ter ingressado ao Ensino Médio junto com o técnico em Química, e eu só podia fazer essa transição do manuscrito para digitado nas minhas horas de almoço, que era meu tempo livre).

O que o leitor pode esperar de “Crônicas dos Snay”? Além de muita fantasia, pode esperar ver novos ambientes dessa literatura. Vários planetas fictícios são apresentados, assim como explicações de vida extraterrestres e organizações absolutistas. Com um pouco de suspense, a leitura é carregada de mistérios e personagens cativantes.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Meg Cabot! Amo a escrita dela, é tão jovial e divertida! Acho que a Meg tem ideias fantásticas e consegue fazer um enredo rico e bem estruturado, essa é minha principal admiração da autora.

Se “Crônicas dos Snay” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Pro primeiro livro acho que a música Demons, do Imagine Dragons conseguiria definir muito bem os sentimentos da protagonista.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou estudante! Hahaha mas, eu não quero ser somente escritora, acho que limitaria muito minha imaginação. Assim que terminar o ensino médio e o técnico em química quero ingressar em uma faculdade no curso de Farmácia e poder ajudar as pessoas criando e manipulando remédios.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Viva a vida! Não se prenda em uma só área, aprenda, sinta, saboreie, leia, veja novos lugares e formas. Vai se surpreender com algo que você imagina ser chato ser totalmente o oposto.

Jéssica Ribeiro tem 17 anos e mora em Jundiaí - SP.

LINKS DE COMPRA DO LIVRO “CRÔNICAS DOS SNAY”: SARAIVA - LIVRARIA CULTURA - LIVRARIA MARTINS FONTES - DIRETO COM A AUTORA

quarta-feira, 29 de março de 2017

ESPECIAL TRINDADE LEPRECHAUN - CAROLINA MUNHÓZ

SINOPSE POR UM TOQUE DE OURO (#01): Dinheiro, poder e sucesso. Quem não deseja tudo isso? Mas e se alguns milionários na verdade têm muito mais sorte do que outros? E se toda essa sorte se revelasse como um poder especial? Emily O´Connell nunca imaginou que pudesse ter um toque de ouro. Herdeira de uma das marcas mais luxuosas de sapatos e bolsas haute couture do mundo, sorte e glamour praticamente correm no sangue de sua família. Um dia, porém, Emily percebe que sua sorte talvez seja muito maior do que imagina. Na manhã seguinte ao feriado de St. Patrick, após ganhar milhões em uma noite de jogatina, a garota se vê vítima de uma tentativa de estupro. O que a tira das estatísticas policiais, no entanto, é a forma como ela consegue se livrar quase magicamente do perigo. Tudo se complica quando Emily conhece o misterioso e encantador Aaron Locky. Afinal, que segredos ele esconde por trás de seus cabelos compridos e de sua risada irônica? De algum modo, Aaron exerce sobre ela uma atração irresistível, como se uma aura de poder os cercasse e os unisse. Ele tem muito a ensinar a Emily, mas, entre todas as coisas, ela nunca imaginaria que poderia estar envolvida com uma tradição secular lendária.


Livro: Por Um Toque De Ouro (#01)

Autora: Carolina Munhóz (@carolinamunhoz)
Páginas: 272
Editora: Fantástica Rocco


SINOPSE POR UM TOQUE DE SORTE (#02): De Dublin a Paris, Rio de Janeiro e Hollywood, eles estão por toda parte. São os donos das marcas que você usa, comandam os canais de televisão a que você assiste, criam os aplicativos de celular que você baixa. No segundo livro da série Trindade Leprechaun, iniciada com Por um toque de ouro, Carolina Munhóz dá continuidade à história da jovem Emily O’Connell, uma garota bonita e rica, dona de um império fashion, que descobre ser herdeira de uma rara linhagem desses pequenos seres mágicos considerados guardiões de potes de ouro escondidos. Ela só não esperava que esse legado sobrenatural pudesse levá-la para o centro de um esquema perigoso e cruel. Em “Por Um Toque de Sorte”, Emily deixa seu mundo de glamour para trás em busca de um impostor que rouba toques de ouro. Será que ela será capaz de cumprir sua jornada? Isso ela só vai descobrir no final do arco-íris. Se chegar até lá.


Livro: Por Um Toque De Sorte (#02)

Autora: Carolina Munhóz (@carolinamunhoz)
Páginas: 304
Editora: Fantástica Rocco


Oi pessoal! Hoje vamos conversar um pouco sobre a Trilogia “TRINDADE LEPRECHAUN” da linda, maravilhosa e fada brasileira Carolina Munhóz! Sendo “POR UM TOQUE DE OURO” o primeiro livro da trilogia, foi publicado pelo selo Fantástica da Editora Rocco no ano de 2015. Já “POR UM TOQUE DE SORTE”, segundo volume foi publicado em Agosto de 2016. Recentemente a Carol postou em suas redes sociais que finalizou #PoUmToque3 e que o mesmo provavelmente deverá sair na Bienal Rio 2017 (torcendo para isso acontecer!!) Fiquei tão animada com essa notícia que resolvi fazer esse texto onde iremos falar um pouco sobre os dois livros já publicados. Bora lá? Sabe aquele livro/serie que temos que ler? Pois bem, “TRINDADE LEPRECHAUN” é uma trilogia que todo amante da Literatura Fantástica ou não deve ler!


Devo contar que conheci a escrita da Carol por meio de seu esposo e também autor Raphael Draccon. E posso afirmar que o casal - Carolina Munhóz e Raphael Draccon - são um dos autores nacionais que mais admiro (eles são demais!!). Passei a acompanhar sua carreira e a ansiar por seus livros assim que a conheci. ELES SÃO LINDOS NÉ?


Por Um Toque de Ouro foi um livro que ganhei de presente... E saber que iria ler um livro de fantasia que se passa em Dublin/Irlanda, foi sensacional! Um segredo: sou doida para conhecer o país em questão. Fiquei curiosa logo de cara pelo livro só pela capa (ela é linda! Com detalhes em alto relevo) e depois que li a sinopse... pronto meu coração já era dessa maluca da Emily O´Connell.

"Todas as mulheres queriam ser Emily. Mas nenhuma teria coragem de apostar tão alto naquela mesa." p. 10

Antes de mais nada, devemos saber que Emily é um jovem mimada e MUITO rica. Uma verdadeira patricinha que além de superficial é dona de uma luxúria e promiscuidade própria. Isso tudo, sem eu nem falar que a bela é dona de uma sorte – coloca sorte isso. Emily O'Connel é uma irlandesa milionária que acha que todos e tudo deve girar em torno dela. No meio da noite de St. Patricks Day (uma festa típica do país), tudo que Emily esperava era apenas se divertir. O que ela não contava era conhecer um lado seu que estava adormecido, ou melhor, bem acordado, ela só não sabia ainda.

"- O que você tem de sorte, tem de ego..."

A história tem um toque de magia com já se é de esperar, mas tem romance. Não é um romance tão romântico... ficou confuso né? Vou explicar, é o seguinte... Emily conhece Aaron em meio a uma programação para uma viagem. Viagem essa que seus pais não querem nem um pouco que ela vá. Mas, vocês acham que ela ouve alguém?? NÃO né! E ela foi... O romance vai acontecendo aos poucos, porém de maneira avassaladora. Uma coisa fica clara: PRESTE BASTANTE ATENÇÃO EM QUEM VOCÊ CONFIA...

"- Menina, você não sabe mesmo o poder que há dentro de você, não é?" p. 64 


No decorrer do livro vemos e sentimos as várias transformações que Emily passa. São muitos os conflitos que Emily passa até se chegar ao final do livro (é do livro... já que para chegar ao final da história ainda se tem muita coisa). No final do livro temos muita ação, aventura e grandes descobertas. Fiquei muito entusiasmada com tudo – e maluca com a última cena do livro. Pensei: “Carol, Carol... não me deixe mais curiosa!”. Dona de uma escrita única, Carol surpreende o leitor do começo ao fim (e que fim hein dona Carolina?!). Apesar de ser uma história que se passa na Irlanda, confesso que em alguns momentos até esquecia que os personagens não eram brasileiros e sim estrangeiros. Fica claro para o leitor que o próximo livro “POR UM TOQUE DE SORTE” é um livro com mais ação e mais revelações, tanto para Emily como para o leitor.

"Ninguém a impediria de seguir seu caminho."


Emily cria forças e se une a um novo aliado – Liam – Também um Leprechaun. Juntos eles decidem sair em busca de quem os enganou. E claro, fazer com que ele ou ela pague por tudo de mal que eles passaram. É no meio dessa busca implacável por “vingança” e restituição que Emily e Liam (ele aparece apenas no final de #PorUmToque01 – não vou falar mais nada... se não vou dar SPOILER kkkkkkkk) saem da Irlanda, vão a Paris, de Paris ao Rio de Janeiro. No meio dessa confusão com toque de aventura que eles buscam resgatar o que foi lhes tirado. O leitor pode acompanhar uma Emily que passa por muitas mudanças nesse livro dois. Lembra que falei que ela é mimada? Pois bem, ERA! Como essa garota sofre minha gente! Todo esse sofrimento a faz crescer e virar uma MULHER! Assim como Emily, Liam está em busca do que lhe foi roubado. Juntos eles irão descobrir mais sobre esse legado que fazem parte, sobre tudo que cerca essa linhagem sobrenatural.


Geeeeeeeeeenteeeeeeeeeeee!! O que foi o final desse livro?! EU SURTEEEEEEEEEEI! Acabei de ler #PorUmToque2 às 3 horas da manhã, e eu deixei um recado SURTADO (no bom sentido) para Carol! Eu bem lendo o último capítulo achando que ainda tinha mais coisa para ler, eis que acaba o livro!! Surtei mesmo gente! Não me julguem! Para finalizar o texto de hoje, devo dizer que, Trindade Lepreuchaun” é uma ótima pedida para quem gosta de uma boa história, na qual temos romance, aventura e fantasia. Fica minha dica de leitura! Beijos amorecos!!


VITAMINAS:




RESENHA ESCRITA POR: RENARA CABRAL PEREIRA PAVEZ
24 anos, capixaba e casada. Formada em pedagogia. Amo ler e dar aula. A leitura me faz viajar!

ENTREVISTA COM KAAH MARTINS, AUTORA DE DIÁRIOS SECRETOS

SINOPSE: Beatriz não sabe o que significa amar, ou ser amada. Não sabe o que é uma família, depois de uma grave acusação é expulsa de casa e não sabe para aonde ir. Aos dezoito anos embarca em uma viagem a capital de são Paulo, somente com alguns pertences e os estudos completos sem alguém para auxiliá-la nesta nova jornada embarca em uma aventura que trará muitos prazeres amores e desilusões.


Como surgiu a ideia de escrever “Diários Secretos”?  Vi nos grupos de leitura no Facebook um aplicativo chamado Wattpad, eu não o conhecia então fiz meu cadastro na plataforma e comecei a ler os livros postados ali, com o tempo resolvi me arriscar também e comecei a escrever uma história que infelizmente não consegui finalizar, deixei meu celular com minha filha que na época tinha três anos e ela acabou apagando a história e para melhorar eu não tinha um rascunho para postá-la novamente. Então comei a trabalhar em Diários Secretos, eu assisto muitas séries, boa parte delas policiais, envolvendo abuso ou estupro como Leis e Ordens e dai surgiu a ideia de contar a história de Beatriz uma menina abusada frequentemente pelo padrasto.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Aproximadamente seis meses.

O que o leitor pode esperar de "Diários Secretos”? Algumas lágrimas, frio na barriga e com certeza muito amor pela protagonista, Beatriz é uma menina falha, como todos nós, não é perfeita e muito menos busca a perfeição. Acho que muitas pessoais iriam se identificar com ela.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Não tenho um preferido, gosto muito de livros de ficção e sobrenatural como House Of Night ou Crepúsculo, gosto de livros adolescentes, mais também gosto de terror como André Vianco ou espírita Zibia Gasparetto, cada livro que leio tem um inspiração e aprendizado pessoal para mim e isso acaba se voltando para os meus personagens também.

Se "Diários Secretos” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Nunca pensei em trilha sonora para Diários secretos, mais se fosse para adicionar alguma musica, escolheria algo da Rihanna, minha cantora favorita.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Trabalho em uma corretora de seguros como Telemarketing.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Nunca desista de seus sonhos e jamais de ouvido para as pessoas negativas, lembrem-se que quem não agrega nada de bom em sua vida, não lhe fará falta. Persista e lute pelos seus sonhos e assim você conseguirá realizá-los. 

Kaah Martins tem 23 anos e mora em São Paulo - SP.

PARA LER "DIÁRIOS SECRETOS" CLIQUE AQUI!

terça-feira, 28 de março de 2017

RESENHA DO LEITOR: HORA ZERO

SINOPSE: A Velha Lady Tressilian está escandalizada: Nevile Strange, antigo protegido de seu finado marido e hoje um tenista renomado, deseja reunir num mesmo jantar a sua ex-esposa e a atual, para que talvez as duas possam se tornar amigas. Coisas dos tempos modernos... O evento, que conta ainda com outros convidados, acaba se transformando numa sequência de infelizes mal-entendidos. Mas a noite está longe de terminar. Quando Lady Tressilian é encontrada morta em seu quarto, o superintendente Battle e seu sobrinho se deparam com um verdadeiro labirinto de acusações, pistas enganosas e episódios aparentemente desconexos. Narrada de forma inovadora pela grande Rainha do Crime, esta é uma de suas histórias mais celebradas, sendo também a última aparição de Battle em sua ficção.


LIVRO, LIVRO MEU, DIGA-ME HOJE QUEM SOU EU!? Hoje serás Hora Zero, uns dos romances policiais da talentosa e querida Agatha Christie, que para solucionar mais um de seus casos, traz consigo o detetive Battle. Bem, dessa vez resolvi fazer uma pequena sequência dos livros de Agatha – Coleção Agatha Christie Box 6, que acompanha três títulos: Hora Zero, O Natal de Poirot e Treze à Mesa. Então vamos para o primeiro. 


Uma tentativa de suicídio, um homem que perdeu tudo em sua vida e pra acabar com a dor tenta por fim a ela, uma acusação de roubo contra uma inocente moça e um planejamento para um futuro crime, um planejamento com absoluta certeza de vingança. E é assim que a autora inicia sua obra, publicado em 1944, o romance apresenta e logo reúne outras estórias que aos poucos vão se enlaçando até de desenvolver em um desfecho extraordinário.


Porém o real enredo da estória se passa em um triângulo amoroso, vivenciado por Nevile Strange, um excelente atleta, Kay Strange, atual esposa de Nevile, uma jovem de personalidade intensa e Audrey Strange, ex-esposa de Nevile, com sua beleza oculta pelo o medo. Seguindo uma tradição, em alguma temporada do ano, amigos e familiares visitam a Velha Lady Camilla Tressilian (adorável nome rsrs) dona da mansão que fica em Gull’s Point, é nesse local que tudo acontece, o reencontro de Audrey e Nevile, reencontro de outros conhecidos, a morte de Camilla Tressilian e o surgimento de um grande mistério.


Sendo assim, a trama central é tomada pelo o descobrimento do culpado ou culpada. Além de a autora criar um grande caso, cria também uma escrita singular e envolvente, algo essencial para os leitores. Prendendo a atenção em cada detalhe e pista solta pelas as páginas, libera e conduz a imaginação do leitor para dentro do livro, nos transformando em um grande detetive rsrs. E de complemento para a obra, Agatha traz personagens bem estruturados e cheios de sentimentos, confesso que criei um apego muito grande pela a personagem Audrey, uma delicada mulher. O desfecho do mistério é algo lindo, em cada momento a suspeita vai para um personagem diferente. Mas ao chegar ao clímax, a Hora Zero, o leitor leva uma grande surpresa.



VITAMINAS:






RESENHA ESCRITA POR: CAMILLA CARLA

Paranaense, 18 anos, artesã, apaixonada por livros, séries e filmes, encantada por músicas clássicas, fascinada por artes marciais e apreciadora de café.