segunda-feira, 8 de maio de 2017

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: ME NAMORA?

SINOPSE: Ele morria, ela ressuscitava. Ambos se encontravam. Paul é um engenheiro bem sucedido que vê sua vida tornar-se um caos após uma grande perda e encontra-se submerso em um mar de dor e sentindo seu desejo de justiça o consumir. Em contra partida há Chloe, uma advogada decidida a se reerguer após ter seus sonhos brutalmente interrompidos em uma manha de outono. A esperança que rege um e a morte que guia o outro, muda de rumo e faz com que se encontrem. Então surge uma indagação "será que poderão sobreviver a pressão de suas carreiras e com todos os desafios de suas, quase, morte interna?". Quando pensam estar conseguindo superar tudo, surge um outro problema agora não mais interno e sim em carne e osso, Jack.



Ei gente! Como vocês estão? Espero que bem, pois eu estou muito feliz de fazer essas Primeiras Impressões. Primeiro porque a autora é conterrânea minha! Gente vocês imaginam minha alegria de falar de uma autora do meu estado?? #VivaOES A autora Maya F. já deu uma entrevista para o blog falando sobre o livro e você pode conferir clicando aqui!

Em “Me Namora?” conhecemos Chloe e Paul e suas dores. Logo no primeiro capítulo me deparo com isso:


“Assim nossa história se inicia, e logo de início vou acabando com o mistério. Não ele não estava apaixonado por ela e ela não estava de luto pelo fim da vida de alguém, mas não vou contar tudo agora, venha comigo, vou lhe contar o que acontece a seguir, mas preste bastante atenção.”


Como eu fico? Curiosa né!? Na verdade, já estava, por conta dessa sinopse (Quem é Jack? O que ele fez?). Chloe vê seus sonhos sendo jogados no lixo quando seu então noivo termina tudo com ela sem nenhuma explicação! Triste né? Se Chloe sofreu? Muito!! Imagina só, você acorda, sai para encontrar seu amor e TOMA!! Ele termina tudo com você e pior, você nem ao menos sabe o motivo.


“Aquele dia estava verdadeiramente longo recebeu seu pedido, porém não sentia fome, apenas tomou um banho e se deitou, e permaneceu sozinha, em silencio, no escuro até amanhecer.”


Paul é um belo homem, possui sua própria empresa de engenharia. Sem falar que possui um grande amor que está se mudando para sua cidade. Tudo perfeito né? Será?
   
“Permaneceram por algum tempo até Paul pedir o carro ao manobrista, a noite estava ficando fria, ele a levou para casa deixando-a com um beijo na testa e a promessa de um novo jantar.”


Nos capítulos que tive a oportunidade de ler, vi duas pessoas passando por momentos distintos ao mesmo tempo. Ele, o mais feliz. Ela, o mais triste! O livro é narrado em terceira pessoa e muito bem narrado. Nesse primeiro contato pude perceber que esse romance não é um romance qualquer. Outro fato que me chamou atenção foi a seguinte frase da capa: “Ele morria, ela ressuscitava. Ambos se encontravam”. A pergunta que me fica é: o que acontece com ela para sair de um “luto” e voltar a viver? E ele, tão feliz, tão bem-sucedido, o que o levou a chegar ao “morria”? Essas são apenas uma das coisas que me chamou atenção. Sem falar nesse Jack, quem é ele? Adorei o fato da autora conversar com leitor, parece que ela está aqui do meu lado no sofá tomando um café (não tomo chá gente #NãoMeJulguem). Confere aí como ela conversa com o leitor:

“Prestaram bastante atenção? Caso tenham se perdido no caminho aconselho voltar um pouquinho, não tem problema eu espero você... Iniciamos vendo um dia de duas pessoas distintas, totalmente estranhas uma para a outra, depois conhecemos os dias que os antecederam. Foram momentos completamente opostos para Chloe e Paul, mas nem sempre todos são felizes ao mesmo tempo ou nem todos são tristes para sempre, mas vamos voltar à história.”


Então pessoal, não vejo a hora de saber o que une esse casal e claro sabe o que aconteceu com eles. Querida Maya, desejo todo sucesso para você! E quem sabe a gente não se esbarra aqui no ES. Beijos pessoal, até a próxima!

RESENHA ESCRITA POR: RENARA CABRAL PEREIRA PAVEZ
24 anos, capixaba e casada. Formada em pedagogia. Amo ler e dar aula. A leitura me faz viajar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: