sexta-feira, 14 de julho de 2017

ENTREVISTA COM NANA MEDEIROS, AUTORA DE ÓDIO E LUXÚRIA E CONÚBIO

SINOPSE ÓDIO E LUXÚRIA: Compelida a salvar a irmã caçula de um arriscado acordo financeiro e manter o patrimônio da família, Annabelle Mattes irá se render ao homem sem escrúpulos que teve ousadia de fazer tal proposta indecorosa que incluem um acordo pré-nupcial e termos absurdos ainda diante do túmulo de seu pai. Annabelle Mattes não imaginava quão perigoso este misterioso empresário de apenas 30 anos poderia ser, ao assinar o contrato. E, enredada por uma luxuriante paixão, ela conhecerá o obscuro mundo de Anthony Bardini.


SINOPSE CONÚBIO: Após dois meses de noivado com o inescrupuloso Anthony Bardini, chega o dia do casamento, o inicio de uma vida da qual Annabelle Mattes não desejou. No entanto, é ao lado do marido que ela irá se redescobrir como mulher, vencer suas fraquezas, se perder na luxúria e desvendar segredos de um passado sombrio, enredado por assassinatos, chantagens e promiscuidades envolvendo alguns daqueles que ela sempre considerou serem de confiança.


Como surgiu a ideia de escrever “Ódio & Luxúria”? Desde 2009 escrevo em plataformas gratuitas. Comecei com as fanfictions, como muitas autoras da minha geração. Mas, este livro surgiu pouco tempo depois, em meados de 2010, quando assisti ao filme que cito no livro, Mata-me De Prazer. Apesar do enredo do filme nada ter a ver com o livro; fiquei completamente seduzida pelo personagem Adam. Ele é misterioso, sexy e perigoso. Queria escrever meu próprio ‘Adam’, e saiu o Anthony.  (Recomendo este tórrido romance de 2002).

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Originalmente, foi muito rápido. De inicio eu tinha uma longa trama e tive de dividir em três livros. Tudo foi escrito em menos de dois meses. Mas, o pesadelo começou quando tive minha casa roubada em 2013 e levaram tudo! Eu era meio burrinha com esse lance de salvar arquivos em ‘nuvem’. E, até mesmo os pendrives que eu tinha, foram levados. Daí, traumatizada e sem animo para voltar a escrever, tive o maior apoio das minhas leitoras para continuar. Sem elas, não teria voltado a escrever. E, tendo apenas o livro em minha mente, precisei reescrevê-lo á partir do zero. Hoje, ele possui dois volumes e demorou cerca de dois anos para ser finalizado.

O que o leitor pode esperar de “Ódio & Luxúria”? No primeiro volume, apresento os personagens, mostro bem a personalidade de cada um deles, deixando os leitores enredados pelo obscuro mundo de Anthony Bardini, além de mostrar as facetas do ódio quando misturado a luxuriante paixão. Em ‘Conúbio’, o segundo volume, o passado de muitos personagens é revelado, mostrando a beleza e crueldade humana. E muita paixão, é claro! Ah, e cenas tórridas que vão dar um nó na moralidade dos leitores.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Não sigo um gênero literário apenas. Sou apaixonada por muitos autores internacionais, como por exemplo; Dan Brown. Mas, vamos falar das autoras Nacionais... Sendo injusta com tantas outras e citando apenas uma, sou suspeita em falar da querida Samanta Holtz. Ela é uma diva, deixa o leitor preso a sua escrita, sem falar o quanto ela é simpática. Sim! É muita inspiração. Melhor parar de citar nomes... rs.

Se “Ódio & Luxúria” pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? E tem, ao menos para mim e as leitoras. Quando estava escrevendo, ainda no formato fanfiction, tem uma música em especial que me arrepia. Burning Desire de Lana Del Rey... Nossa! ‘Vou até o limite porque simplesmente não me importo. Tenho um desejo ardente por você, baby’.
Você segue carreira apenas como escritora ou tem outra profissão? Sou comerciante e escrevo nas horas vagas.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Tenham um propósito, não deem ouvidos aos loucos que criam histórias a seu respeito, porque são corrosivos. Mantenham a cabeça em pé, engulam o choro e Keep Walking!

VISITE O PERFIL DA AUTORA NO WATTPAD E ENCONTRE TODOS OS SEUS LIVROS LÁ CLICANDO AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: