quarta-feira, 1 de agosto de 2018

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: O LADO IMPROVÁVEL DO AMOR

SINOPSE: "É necessário ter o caos cá dentro para gerar uma estrela. (Nietzsche)". Duas pessoas marcadas por um passado de dor e decepções no amor. Miguel acreditava ter a vida perfeita ao lado de Rebeca, mas seu mundo desabou quando percebeu que ela não havia superado o passado. Ele perdeu a mulher que amava de uma maneira cruel e irreparável. Samantha achava ter conhecido um príncipe encantado, mas descobriu que príncipes podem ser os maiores vilões das histórias. Assim, o seu "felizes para sempre" virou uma vida de tortura e violência. Eles só queriam esquecer, apagar o caos em que suas vidas haviam se transformado. Eles se encontram... Quebrados, com medo e sozinhos... Será que o amor que feriu, pode ser capaz de curar? Quantas lágrimas serão necessárias até chegar ao sorriso? É possível que o improvável aconteça e a felicidade apareça? Eles conheceram o lado avesso do amor. Agora vão descobrir que, quando o amor quer existir, ele acontece até da maneira mais improvável.



“Que a gente descubra e entenda que o único amor realmente capaz de salvar alguém é o próprio”. 

O livro para as Primeiras Impressões de hoje é O Lado Improvável do Amor da autora Dresa Guerra. O que me deixa triste ao fazer as primeiras impressões, é que eu fico na expectativa junto com os leitores sobre como será o final (risos)... Vamos começar por dizer que me parece um livro bem intrigante, pois fala de uma realidade que vivemos hoje, abuso doméstico, assassinato, violência e aborto. De um lado temos Miguel, advogado e noivo de Rebeca, por quem é apaixonado, porém sua noiva ainda ama Lucas (seu ex-namorado). Sim, Rebeca ama Miguel de uma maneira diferente, sabe que pode contar com ele, mas ainda não superou seu antigo amor, um amor que destrói e que é capaz de não nos deixar enxergar a frente e nos fazer cometer erros terríveis e trágicos. 


“Nunca penseis que o amor fosse capaz de ferir”

Rebeca por amar tanto, acaba ferindo diversas pessoas ao seu redor, principalmente Miguel e devido um ato de vingança, muda completamente o rumo de todos. Deixando Miguel desolado e ainda apaixonado por ela. Porém depois de sua sentença, ela deixa claro que não quer vê-lo mais e que ele deve continuar vivendo sua vida e que não feche seu coração. Mas como seguir em frente se tudo o que ele planejou em questão de dias foi destruído? Do outro lado temos Samantha que sempre lutou pelo que queria, se apaixonou como toda mulher sonha e achava que tinha encontrado sua alma gêmea, Victor. Mas como nem tudo são flores, o conto de fadas vira violência e abuso, fazendo com que nossa delicada personagem sofra além dos limites. Victor era um cara, sonho de consumo de toda mulher, se apaixonou por Samantha e fez de tudo para ficarem juntos, eram felizes até seu lado doentio ganhar essa batalha e fazer com que sua garota sofresse de diversas maneiras.


“Um dia você vai encontrar um amor que vai curar seu coração, vai apagar as dores e cicatrizes que te causei”.

Samantha, ao perceber o monstro com quem havia se apaixonado já era tarde demais, no começo, ela se responsabilizava pelos ataques de Victor, pois a pressão psicológica que sofria era tão grande que não conseguia mais enxergar a realidade, pois tinha medo de tudo. Isso me fez pensar, que no mundo em que vivemos quantas mulheres tem um Victor em casa, e com medo do que possa acontecer acaba por aceitando essa vida. Ela viveu o que muitas mulheres vivem caladas com medo até da própria sombra, sem saber se no dia seguinte estaria viva ou qual marcas iria ter que esconder pelo corpo.


“Eu preciso fugir para poder viver, ou tenho medo de que o homem que mais amei e que dizia me amar seja capaz de me matar”. 


Cansada de sofrer, Samantha tenta fugir novamente do seu agressor e nessa fuga vai para Campinas, na casa de uma amiga de nome Débora que lhe dá todo apoio que necessita, não a deixando sozinha e ajudando a fazê-la voltar a sorrir. Débora é secretária de Miguel, e num ato desesperado pede que ele seja o advogado que sua amiga precisa, pois assim que ela chega em Campinas, descobre estar grávida da pessoa que quase tirou a sua vida. 


“Preciso que me ajudem a conseguir autorização para fazer um aborto”.

Lembrem-se que se você for vitima de violência a mulher você pode ligar nos números abaixo:
Central de Atendimento à Mulher no Brasil – Ligue 180
Direitos Humanos -Ligue 100

Lei Maria da Penha é o nome dado a uma legislação brasileira que garante a proteção das mulheres contra qualquer tipo de violência doméstica, seja física, psicológica, patrimonial ou moral.


E juntos os dois tentarão um meio para resolver essa situação. E não poderão negar que nos lugares mais improváveis o amor pode surgir.

RESENHA ESCRITA POR: VANESSA RANDO
31 anos, enfermeira, moro em Piracicaba (interior de SP) e os livros são minha vida. Quando não estou cuidando da saúde das pessoas, gosto de entrar em um mundo imaginário e esquecer os problemas da vida real.

2 comentários:

Comente com o Facebook: